Grêmio, Meu bom Amigo

Quantas vezes cantamos nos tempos de Monumental e até mesmo na nova Arena: “Grêmio, meu bom amigo, nessa campanha eu quero estar contigo…

Pois bem, o Grêmio realmente é um grande amigo.

Esse grande amigo que para mim (e provavelmente para muitos que estão lendo esse texto agora) foi apresentado pelo meu primeiro amigo: o meu velho pai.

Além de bom e grande, Amigo de verdade. Sim, pois apenas os amigos de verdade dividem as alegrias e as tristezas.

O amigo de verdade está contigo em todos os momentos, mesmo que ele não esteja bem em algum deles.

Além disso o amigo de verdade te leva ao convívio com outras pessoas… te leva a outras amizades.

Mas o grito de gol, o abraço, ou até mesmo um choro de emoção compartilhado com milhares de almas que estão unidas apenas pela paixão de torcer por um grande clube: esse sentimento apenas um amigo pode te proporcionar: o Grêmio.

O Grêmio me traz amigos todos os dias, me dá oportunidade de conhecer pessoas extraordinárias, que compartilham comigo o confraternizar no pré-jogo, o sofrer durante as batalhas, o comemorar após o final de cada temporada, o consolar depois de cada tropeço.

O Grêmio é capaz de unir a direita e a esquerda, os conservadores e os liberais, dos mais novos aos mais experientes… apenas por ser Grêmio.

E é recíproco. Te apoiei nas horas difíceis, estou festejando e te apoiando nesses momentos de glórias e se, por ventura, tiveres alguma recaída – pode contar comigo.

Neste dia do Amigo quero dizer Feliz dia do Amigo a todos que compartilham deste sentimento, sugiro que faças o mesmo.

E também dizer, acima de tudo: Obrigado Grêmio, meu bom amigo.

Marcelo Colombo

@ocolombo_