Não é de hoje que o ser humano na luta pela sobrevivência estuda os fenômenos da natureza. Ditos fenômenos muitas vezes nos causam inquietudes, temporais, enxurradas, secas, neve e por aí vai. Geralmente quando a natureza age sem piedade o impacto é grande no dia a dia e em nossa economia.
No jogo contra o Cruzeiro pelo campeonato brasileiro, 2 x 0 para o TRICOLOR DOS PAMPAS vivenciamos um fenômeno sensacional. Conhecemos o poder da NEBLINA MONUMENTAL, a natureza entrou sem pedir licença, foi no meio do campo, nas goleiras, nas casamatas, invadiu a arquibancada saltou para as cadeiras numeradas e ninguém enxergou mais nada.
O que era para ser um problema virou alegria da gurizada, era gente descendo as escadas em uma euforia abarbarada, e as cadeiras gramado logo ficaram lotadas. Era TORCIDA e neblina atuando conjuntas na natureza do jogo. Foi lindo de ver o campo verde e o MANTO TRICOLOR mesclado com a neblina alegrando o torcedor.
A neblina não atrapalhou, pelo contrário, a neblina nos ajudou. Simplesmente a natureza com toda sua força e imponência nos deixou “bem claro” que o destino é realocar a torcida do quarto andar. A Arena foi desenhada e construída para que a ação da torcida, assim como a natureza, tenha um enorme impacto sobre os adversários.
Cabe ao Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense ao assumir a administração da Arena realocar a torcida. A natureza é sábia, ficou provado que a torcida ao lado do GRAMADO trouxe calor ao jogo e alegria para a massa. Nossa torcida é a mais fanática, nos coloquem próximos ao gramado e todos entenderão o poder da nossa natureza… a natureza do GREMISTA de uma força descomunal, obrigado neblina, a Arena clama para ser MONUMENTAL.

Edison Patta

Coordenador do Projeto de Categorias de Base do Grêmio do Prata

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *