É essa frase de Luiz Felipe Scolari, quando então técnico do Chelsea, que melhor resume o jogo de hoje, em virtude das circunstâncias da partida.

O Grêmio com três volantes do primeiro tempo, foi um time passivo, sem vontade, sem gana, sem inspiração e nenhuma transpiração, ou seja, não foi Grêmio

Resultado: Mesmo tendo mais posse de bola, sem nenhuma objetividade, tomou um gol de escanteio, em uma falha individual do nosso zagueiro com pinta de galã..

(Aliás,  zagueiro no Grêmio nenhum pode ter pinta de galã, ser bom moço, muito menos ter poodle e tirar a sobrancelha, isso deveria constar no estatuto do clube)

No segundo tempo, com a saída de Biteco, o Grêmio voltou mais exposto, porém com a bola sendo melhor trabalhada, até chegar ao ataque… mas quando chegava ao ataque… nosso artilheiro da temporada, resolveu sumir na partida….

Eis que Pará, em um momento de rara de efetividade ofensiva, foi preciso no cruzamento, para o gol de Riveros.Gol este que nos salvou do pior no jogo de hoje.

Por todas as circunstâncias do jogo, lhes digo: “One point is betther than zero point”

Mas quem quer ir pra Libertadores, precisa mais do que isso contra times que irão jogar a Segunda Divisão em 2015, e que no próximo sábado, o Grêmio ganhe, com gana e com consistência do Vitória-BA, para que possamos sonhar com a América em 2015, caso contrário, teremos um longo e árduo 2015 pela frente…

Então torcedor, tu também tens a responsabilidade, vá à Arena, torça, compareça, e empurre o Grêmio rumo a mais uma vitória!

Da-lhe Grêmio!

Renan Bassani
@RenanBassani  

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

4 respostas a “One point is better than zero point”

  • O Grêmio ganhando, perdendo ou empatando irrita de qualquer forma. É um time de má qualidade técnica. Só de pensar que a folha salarial é muito alto dá uma tristeza.

    Pelo futebol, não merece classificar. Mas vamos continuar na luta porque o clube precisa estar numa Libertadores.

  • Não sei o que está pior? Se é o nosso Time, se é o nosso Estado, se é nosso País? Tríplice desgraça!

    Porém, nem por isso devemos deixar de ser GREMISTAS, GAÚCHOS E BRASILEIROS.

    É bem verdade que aposto em nenhum deles, porém, SIGO TEIMANDO, pois não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe. Quem viver, verá!

    AVANTE GRÊMIO, AVANTE RIO GRANDE, AVANTE BRASIL! (e que Deus nos abençoe!)

    Boa semana a todos.

  • Esse time consegue irritar até monge budista, covarde e pregui¢oso, sem nenhuma ambição contra um time do Z4. Não vai a lugar nenhum, limpa geral em 2015. E que venham MEIAS de verdade, chega de brucutus!

  • O senhor Koff está tão atualizado (em termos de futebol), para ser nosso VICE DE FUTEBOL, que “sozinho” avaliou e contratou o Edinho!!! Antes, em 12/2012, pensava em trazer o “jovem promissor” Lugano (reserva do Uruguai, do Uruguai). Esse era o “nome do cofre”!!
    FATO: o Grêmio, nesta indi(gestão) DIMINUIU de grandeza (e muito): diminuíram torcida e quadro social (75.000 para 50.000)!! Fico a imaginar o que nos espera em 2015/2016 (e eu votei no Bolzan, por falta de opção)! QUEM pensará o futebol do Grêmio? Koff ou Rui Costa??? POBRE GRÊMIO! POBRE TORCIDA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *