Semana de GREnal sempre mexe com a gente. Tudo fica meio over… e parece mesmo, que todos os temas terminam na definição do AZUL, ou do “outro”. A imprensa especula, inventa, finge que analisa imparcialmente e no fim, é odiada por ambos os lados. Sempre me comovo com GREnal. Mas confesso, que nesta semana, a instabilidade do GRÊMIO e o retrospecto nos últimos jogos contra o t.i., estão batendo de frente com a confiança que tenho no FELIPÃO e gerando um sentimento dúbio.

O GRÊMIO tem uma zaga – qualquer que seja a formação – fraca, confusa e com uma saída de bola praticamente nula, em se tratando de arrancadas de contra-ataque; mas não importa! GREnal é GREnal! E também, temos GOLEIRO!

Nosso meio de campo é igualmente lento, sem criatividade e parece que, até agora, não havia treinado qualquer jogada ensaiada; passes então… não sei a média de erros, mas sei que é grande; não importa! GREnal é GREnal!

O ataque, a objetividade ofensiva, as finalizações… verdade, não precisa nem dizer nada sobre isto. Mas, querem saber?! Não importa, GREnal é GREnal!

O GRÊMIO se descaracterizou, foi e continua sendo mal administrado, por duas vezes me levou ao inferno e no último confronto, me humilhou drasticamente. Ainda assim, nem por um segundo, deixei de amá-lo.

O GRÊMIO me fez aceitar um ambiente totalmente diferente do que chamei de lar durante tantos anos, só para continuar ao lado dele. Não aceitei por ser fraca ou preguiçosa; aceitei por ser apaixonada e porque quando estou na cancha, só vejo o GRÊMIO.

Então, se o t.i. é franco favorito, se chega em melhor fase, se tem enganadores mais habilidosos e se a imprensa está esperando uma nova goleada, a mim, pouco importa. Porque GREnal é GREnal!

Domingo quero o GRÊMIO bem fechado, mas não acadelado. Quero o GRÊMIO mordendo e marcando encima daquele anão megalomaníaco, onde quer que ele vá. Quero o GRÊMIO imbuído e empenhado em fazer gols e não tomá-los. Quero o Marcelo Grohe mostrando como estiveram enganados os senhores que insistiram no Dida. Quero que o nosso ataque reforce tremendamente esta constatação. Quero ganhar esse jogo, GRÊMIO! Não me importa mais nada, não me importa a realidade do “entorno”… a minha realidade é o descontrole… e o descontrole é o grito de GOL! Que sejamos nós, os primeiros vencedores no remendo novo do beira-rio.

NÃO ao FUTEBOL MODERNO!

Ana Vilches
@anagremiovedder

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

7 respostas a “GREnal é GREnal!”

  • Meus Deus Ana, me impressiona a tua capacidade de colocar em palavras nossos sentimentos…não consigo acrescentar nada ao teu texto, só posso te dar os parabéns e reforçar que acredito no Grêmio pois GREnal é GREnal!

  • De positivo nessa semana foi a entrevista do Edinho falando que bateria na mãe se ela estivesse jogando do outro lado. Já me deixou esperançoso, pois notei uma mudança clara de postura, uma postura que a muito havíamos perdido e com o Felipão vamos resgatar. Acredito na vitória.

  • Precisamos que todos os jogadores encarem, não apenas esse jogo, mas o novo momento no GRÊMIO com uma postura diferente. Mas que postura? O velho estilo do GRÊMIO FUTEBOL FORÇA. Sim, velho, mas eficiente e moderno também, pois de todos os times campeões poucos não uma pegada forte na marcação. E nada como um GREnal para começar a mudança de postura, juntamente com nosso eterno ídolo e técnico Felipão. Agora basta entrar em campo, colocar a macacada no seu lugar, de onde nunca deveriam ter saído e começar a trilhar novos caminhos!

    VAMOS GRÊMIO! SOMENTE A VITÓRIA TE PEÇO!

    EU SÓ QUERO VENCER LÁ NO CHIQUEIRO!

  • Felipão errou ao escalar Pará, Ramiro, Rogriguinho e Werlei. Errou so manter a mentira do Giuliano, péssimos jogador! Vamos voltar a segunda divisão! Q Koff, Rui e Chitolina continúen! Pobre Grêmio! Nós merecemos Tudo, pois aceitamos pulhas na direção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *