Rumo ao TRI – Estréia L.A. 2017

zamora_gremio

Grande estréia do GRÊMIO na L.A. 2017, com vitória fora de casa sobre o Zamora, por 2×0.

O time demorou pra encaixar no primeiro tempo e fez uma apresentação lenta, facilitando muito a marcação adversária e também os avanços contra o nosso gol. Os primeiros lances de perigo foram do Zamora, aproveitando-se da fragilidade da nossa lateral esquerda e da ausência de um volante com capacidade de marcação e saída de jogo – problema este que deve ser sanado com urgência, se tivermos alguma pretensão maior na competição. Porém, aos poucos o GRÊMIO foi dominando a partida, controlando as investidas do adversário e buscando espaços, principalmente pelos pés do Ramiro, para buscar o gol. E nos acréscimos, uma rápida troca de passes entre Luan e Pedro Rocha, culminou em um belo passe para Léo Moura marcar; GRÊMIO 1×0.

Para a segunda etapa o GRÊMIO veio com outra velocidade e com uma postura bem mais aguda e efetiva – o treinador nitidamente “conversou” com seu grupo – e com menos de cinco minutos Ramiro recebe livre dentro da área do Zamora, uma bola do Pedro Rocha e sofre a penalidade, que é marcada pelo juiz. Luan bate e converte; GRÊMIO 2×0.

O adversário tentou imprimir alguma pressão, mas nossa zaga esteve bem postada. Kannemann se afirma definitivamente como um zagueiro com a cara do GRÊMIO e Thierry não sentiu a carga em substituir Geromel. Foram firmes, concentrados e atentos – não tomamos gol.

Tendo em vista os importantes desfalques que tivemos e por se tratar do primeiro jogo, pode-se avaliar a partida do GRÊMIO como boa; trouxemos o resultado e estamos em primeiro do grupo. Mas temos que esperar que a direção do GRÊMIO tenha o entendimento de que para Libertadores da América, competição que está mais longa este ano, precisamos de mais peças com qualidade. E definitivamente, é urgente a vinda de um volante com característcas bem definidas para esta função. O início do meio campo do GRÊMIO é leve demais e impõe muito pouco respeito aos adversários – quem conhece futebol sabe que ganhar esta COPA é praticamente impossível sem um meio campo forte (marcação), rápido (ligação com o ataque) e de imposição física.

Próximo jogo da L.A. é somente daqui há um mês. Um bom tempo para recuperar jogadores lesionados e para definir posições e escalações.  O jogo será na Arena e que se pense no torcedor, no espetáculo e na importância essencial destes dois na vida de um clube de futebol. Acredito no GRÊMIO! E acredito que com a união de forças e o pensamento pró GRÊMIO podemos trazer esta taça. Que as vaidades sejam colocadas de lado, por um bem maior; a conquista desta competição, que é a expressão da identidade GREMISTA.

Aguante GRÊMIO! Queremos o TRI!

Ana Vilches
@anagremiovedder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *