O ANO

Mil novecentos e oitenta foi de grandes perdas para a cultura e principalmente a musica em ambito mundial, nos deixaram aquele ano Bon Scott (vocalista do AC/DC), o filósofo francês Paul Satre, o gênio do suspense Alfred Hitchcock, o ” poetinha” Vinicius de Moraes, John Bonham ( baterista do Led Zepelin) o compositor Cartola e o ex beatle John Lennon.

O CAMPEONATO

O Campeonato Gaúcho de Futebol de 1980, foi a 60ª edição da competição.
A disputa teve início em 26 de junho e o término em 23 de novembro de 1980.
Participaram 16 clubes com jogos em turno e returno, foram rebaixados seis para a segunda divisão. O campeonato foi decidido em um hexagonal final com jogos de ida e volta.

O GRÊMIO

Com alguns remanescentes dos títulos de 1977 e principalmente de 1979 e com a chegada de grandes reforços como o goleiro Émerson Leão, o lateral direito Nelinho, os meias Paulo Isidoro (trocado com o Atlético Mineiro pelo ponteiro Éder), Vilson Taddei e o lendário centromédio China, (base que viria a ser campeã brasileira no ano seguinte) o Grêmio, que no campeonato brasileiro caiu na terceira fase, lutava para manter a soberania na “Província de São Pedro”.

O JOGO

Quis o destino que o último jogo do hexagonal final fosse na casa do grande adversário, que vinha ferido, pois em agosto perdia a final da Libertadores da América para o Nacional do Uruguai, então depositou suas fichas no campeonato gaúcho. O Grêmio não tinha nada a ver com isso e entrou no campeonato para manter a hegemonia, afinal era o atual campeão gaúcho e lutava pelo bicampeonato que não vinha desde a década de 60.

Um empate dava o título ao tricolor, dono da melhor campanha.

Em um jogo truncado, o Grêmio segurou o ímpeto do adversário por jogar em casa e aproveitava os contra-ataques para levar perigo ao gol colorado. Leão, um líder, comandava a defesa e com dois chutes de falta do grande Nelinho, o Grêmio assustou o goleiro Benitez no primeiro tempo.

O segundo tempo começa com Nelinho lançando o centroavante Baltazar (artilheiro da competição com inacreditáveis 28 gols, feito jamais igualado no campeonato gaúcho) que em jogada individual dribla Mauro Galvão e chuta para a quase falha do arqueiro colorado.

Mesmo jogando no contra-ataque é o Grêmio quem tem as melhores chances do jogo. Paulo Isidoro chuta para defesa de Benitez e Baltazar erra um gol cara a cara com o goleiro paraguaio.

Final de jogo, zero a zero, explode de alegria a torcida tricolor! O Grêmio é BICAMPEÃO GAÚCHO de 1980. O capitão Leão ergue a taça e puxa a volta olímpica em pleno Estádio Beira-Rio. Foi a Primeira Volta Olímpica na Casa do Rival.

fonte da imagem: https://www.gremiopedia.com/wiki/Ficha_T%C3%A9cnica:Internacional_0_x_0_Gr%C3%AAmio_-_23/11/1980

Ficha Técnica: Internacional 0x0 Grêmio
Público: 55.876 (pagantes)
Renda: Cr$ 8.886.140,00

Grêmio: Leão, Nelinho, Vantuir, Vicente e Dirceu; Victor Hugo, Paulo Isidoro e Vilson Tadei; Tarciso, Baltazar e Renato Sá (saíram Vilson Tadei e Renato Sá, entraram Bonamigo e Jurandir);

Internacional: Benitez, Carlos Alberto,Mauro Pastor, Mauro Galvão e Beretta; Batista, Jair, e Cléo; Valtinho, Jones e Mario Sérgio. (saíram  Cléo e Valtinho e entraram Toninho e Silvinho).

Texto escrito por Edison Patta, Conselheiro do Grêmio e integrante do movimento Grêmio do Prata com colaboração de Rodrigo Gonçalves de Souza Palmeiro (Barbela Palmeiro), torcedor gremista da cidade de São Luiz Gonzaga.

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *