Vem aí a oitava rodada do Gauchão 2019 e juntamente com a oitava rodada alguns velhos problemas na arbitragem brotaram novamente quando o time da beira do rio se viu em perigo. Errar é humano, a banca paga e recebe, o árbitro erra para os dois lados e blábláblá. Porém é evidente desde o longínquo ano de 2003, no grenal 353, havia 13 grenais que o Grêmio não perdia e ali começara o que se estende até os dias atuais. O Grêmio foi “garfeado”, no segundo tempo, era tiro de meta para o Grêmio e o árbitro Alexandre Barreto apontou escanteio, após a cobrança do mesmo gol para os protegidos.

Em 2003 Emídio Perondi passou a batuta para o atual presidente, e desde então, toda vez que temos jogo pelo campeonato gaúcho e o time vermelho precisa de ajuda ele nunca fica na mão. Não falo só de grenais, falo de jogos onde foram favorecidos contra times do interior também. Lembram do jogo XV de Campo Bom x Inter em 2005? Carlos Simon contou os 5` para troca de lado na prorrogação como tempo regulamentar. Inter x Cruzeirinho quartas de final 2015 e mais recentemente na semifinal contra o Caxias em 2017, penalidade máxima não anotada para o time serrano. Erro de arbitragem em momentos cruciais do gauchão em prol do Inter é fato corriqueiro, se procurar encontramos mais, vamos deixar nestes. Lembrei mais um, bola recuada pelo jogador do Inter ao Clemer no Grenal 1º abril de 2006… segue o jogo!!!

O última rodada diz muito sobre o que está escrito aí em cima, pênalti no Kannemann, expulsão do Capixaba. Em compensação do lado de lá, agora contra o Caxias, que falta foi aquela anotada na lateral do campo que originou o segundo gol? Não podemos deixar passar o quarto árbitro que geralmente no gauchão tem atuação de destaque, o árbitro aquele que se veste de vermelho. O famoso Garnizé. Este tem um pacto com o cara da batuta, “nadie” pode molestar o sujeito, muito menos o Homem de Preto.

A torcida do Grêmio, nosso Treinador, nosso Presidente e nosso Capitão devem estar atento aos próximos passos da arbitragem na República Rio-Grandense, devemos cuidar todo e qualquer passo ou manobra que possa acontecer para armar o pealo para o Tricolor dos Pampas. Vamos Grêmio, temos que sair CAMPEÃO!!!

Grêmio do Prata

@gremioprata

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Um comentário sobre “Arbitragem na República Rio-Grandense”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *