A Magia do GRÊMIO

Barrios_capa

Bueno, somente agora consegui parar para escrever sobre a noite de ontem. Sobre estar entre amigos – os melhores – e compartilhar com eles um momento que há tempo não vivíamos no GRÊMIO. Nos classificamos para as semifinais da Copa Libertadores da América, ganhando de 1×0 do Botafogo, com direito a um show MONUMENTAL da torcida TRICOLOR, na Arena GREMISTA.

Eu poderia me deter em uma análise técnica ou tática, ou até mesmo jogador por jogador, mas nesta partida de ontem, o todo me chamou a atenção. A torcida que pode chegar cedo, a data (20/09) muito simbólica para nós Gaúchos e a forma como o time do GRÊMIO conseguiu superar uma atuação fraca tecnicamente, com entrega, força, aguerrimento e bravura.

Nós, torcedores, estávamos nervosos, apreensivos e ao mesmo tempo com a esperança aflorando mais e mais, conforme ia se aproximando a hora do apito inicial. Que coisa louca é ser GREMISTA! Que explosões de sentimentos este clube nos proporciona! E o GRÊMIO entrou em campo com dificuldades claras no primeiro tempo. Nos passava a dúvida pelo pensamento; será que vai dar? E então, ele, o mestre, o verdadeiro mito, Renato Portaluppi, nos mostrou mais uma vez que não comanda o GRÊMIO por ele, para satisfação dele. Renato comanda o GRÊMIO por nós! E por nós ele faz a leitura certa das partidas; por nós, ele, o nosso rei, exige dos seus jogadores que entreguem o seu melhor. E com este espírito voltaram para disputar o segundo tempo.

Nós tentávamos, eles tentavam… a bola ia lá e cá e nós da arquibancada emanávamos a melhor das energias. A energia do puro amor pelo GRÊMIO. E então, fomos premiados, presenteados pelo Barrios – tão criticado e injustamente condenado pela desclassificação na CB. Um gol de cabeça, de centroavante, de insistência, de perseverança… um gol de quem quer vencer, de quem ama o que faz e veste a camiseta. O Barrios nos encantou com sua mágica, estremeceu a Arena do GRÊMIO, nos deu o prazer do descontrole, a felicidade, a plenitude do futebol.

Ontem, pudemos voltar para nossas casas com os peitos estufados, cheios de confiança, de sonhos e delírios TRICOLORES. O GRÊMIO uniu os corneteiros, os cegos, os permissivos e os críticos com esta classificação; mesmo que por um momento. O GRÊMIO tem este poder! Exerce sobre nós esta força! E nós, como bons torcedores, sem hesitarmos sequer, aplaudiremos, seguiremos, abdicaremos do que for, pelo GRÊMIO. Faremos sempre, tudo, para termos estes momentos, para vivermos este GREMISMO. E esta COPA, ah esta COPA tem que ser nossa!

“Vamos campeão, vamos a ganhar!”

Ana Vilches
@anagremiovedder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *