Noite de COPA

Barrios_Gremioxguarani

O GRÊMIO enfrentou o Guarani PAR na noite de hoje, na Arena, com um clima tipico de Copa; frio nos termômetros, calor na torcida. O pequeno público que assistiu a partida tratou de empurrar o time que retribuiu, marcando quatro tentos.

LA é uma competição diferenciada e dificilmente confronta-se um adversário resignado ou acanhado. E o Guarani, comprovando esta máxima, iniciou a partida tentando impor o seu jogo. Porém, já aos 7 min, Barrios recebe um lançamento – despretencioso – do Luan e quebra o ímpeto do adversário, marcando o primeiro gol. Pouco tempo depois Miller leva uma pancada em uma dividida e é substituido por Arthur, que entrou, novamente, muito bem. Este jogador deu uma boa movimentação na frente, armando contra-ataques, mas voltando para ajudar na marcação; está sendo uma agradável surpresa o seu desenvolvimento e aplicação na equipe.

Com quase 30 min de jogo, Ramiro pela esquerda lança Marcelo Oliveira dentro da área e este da um passe para tras que encontra o Barrios para novamente estufar a rede adversária; gol de centroavante, como deve ser.

Poucos minutos depois do nosso segundo gol, o Guarani, através de uma jogada em cima do nosso lado esquerdo de defesa, lança uma bola aérea na área que acaba em gol contra do Leo Moura. Três reincidências neste gol; Marcelo Oliveira que não acompanhou o avanço do oponente, a “queda do disjuntor” do GRÊMIO quando uma bola é alçada na sua área (resquícios de outros tempos) e Grohe que não alcançou na bola.

Após uma série de toques errados, das duas equipes, Barrios recupera a bola e passa para Arthur que é derrubado na área, levando um pênalti para o GRÊMIO. Luan, que esteve sonolento durante todo o jogo, bate e o goleiro defende. E já nos acréscimos, Geromel marca de cabeça, através de um escanteio cobrado pelo Leo Moura. Se encerra o primeiro tempo.

Ao contrário dos últimos jogos, o GRÊMIO voltou para a segunda etapa ainda com disposição ofensiva e aos 33 min Barrios marcou o quarto gol do GRÊMIO e terceiro seu na partida; um belo lançamento do Lincoln e mais um golaço de centroavante. O time paraguaio ainda tentou algumas investidas, mas estivemos bem postados e não deixamos que tivessem sucesso nestas tentativas.

O que se viu nesta partida foi um ótimo aproveitamento no ataque do GRÊMIO; e justamente o oposto disto vinha nos prejudicando barbaramente. O que ficou claro, é que é imperioso que se tenha um centroavante bem postado em campo, para que os gols aconteçam. E finalmente, o que ficou provado foi que a bola impreterivelmente tem que chegar neste centroavante.

Continuamos sentindo a falta de um meio campo forte no setor de volância. E continuaremos sentindo enquanto não for contratado um cinco de verdade. Claro que temos outras carências, mas a mais urgente é esta. Cabe lembrar que a Libertadores está mais longa e mesmo os times com bom preparo físico – não é o caso do GRÊMIO – precisam de plantel. O Renato e a comissão técnica terão ainda algum trabalho para que o GRÊMIO atinja um nível competitivo nesta Copa. Nós, torcedores, acompanharemos e apoiaremos. Que não se poupem esforços e o que quer que seja, para que esta taça venha para o nosso armário.

Te seguiremos e alentaremos! Vamos GRÊMIO! Seja FORTE, AGUERRIDO e BRAVO!

Ana Vilches
@anagremiovedder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *