O Grêmio assinou uma parceria de participação no projeto “Craque que é craque não usa crack”, promovido pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). A campanha, lançada durante um Congresso de Psiquiatria, em 2011, tem como objetivo congregar profissionais da saúde, esportistas, artistas e instituições, em iniciativas de combate à droga, que afeta 1,2 milhão de pessoas no Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre as ações programadas pela parceira está a visita a escolas públicas por parte de jogadores profissionais, atletas da base, dirigentes e médicos do Grêmio para falarem a respeito de como o esporte pode ser uma forma de manter os jovens afastados da droga. Além disso, um curso sobre a dependência química gerada pelo Crack será promovido junto a conselheiros comunitários, coordenadores das escolinhas do Grêmio, membros do Instituto Geração Tricolor (IGT) e voluntários. Complementarmente, a Arena deverá receber faixas alusivas à campanha, que terá divulgação nas mídias oficiais do Clube.

Parabéns ao Grêmio pela iniciativa de ajudar no combate ao uso do crack.

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *