Crédito Foto: Mauricio Lopes

         O Grêmio entrou em campo no último domingo para o clássico Grenal 408 com uma grande responsabilidade: defender a sonora goleada de 5×0 aplicada no rival no primeiro turno do Campeonato Brasileiro 2015. O Grêmio foi derrotado dentro de campo no Clássico. E o seu torcedor e associado, foi humilhado fora dele. Dentro de campo o Grêmio foi apático, sem motivação. Nossa humilhação como torcedor não vem do rival, aliás, passa ao largo.

Fora de campo o torcedor foi obrigado pelo MP e pela BM a cumprir as mais absurdas exigências para entrar no campo de jogo e assistir seu clube do coração.

Dentro de campo o Grêmio se portou abaixo do que vinha rendendo. Consideravelmente mais “contido” em todo o seu jogo e claramente desmotivado. Podemos citar inúmeros motivos, tais quais citamos: vaga “garantida” no G3, diversos desfalques no adversário, declarações mal colocadas pela diretoria e, até mesmo, um certo “salto alto”.

Mas acreditamos que grande parte de mais uma derrota em clássico esteja ligada ao reflexo de um Executivo de futebol que possui um prestígio inquestionável dentro do Grêmio, que não se sabe de onde vem, diante dos resultados apresentados nos últimos 36 meses de Clube.

Fora de campo o Grêmio aceitou um local absolutamente inapropriado para a reunião de seus sócios, na Crackolândia de Porto Alegre, na Rua Voluntários da Pátria. Como sabemos, o clube possui dois estádios na capital que poderiam perfeitamente receber os torcedores em condições infinitamente melhores às apresentadas na SSP.

Se não bastasse a exigência da apresentação do associado à SSP e a assinatura de um termo de COMPROMISSO com a preservação da “sua” cadeira, nosso fanático e importantíssimo associado do Interior foi obrigado a vir a capital para retirar seu ingresso, em um dia útil (Sexta-feira), apenas dois dias antes do clássico. Fica nosso questionamento: onde está o bom senso com o sócio do interior?

É um deboche. Debocham do fanatismo do torcedor do Grêmio que é um apaixonado e jamais abandonará o clube. Estamos completamente indignados com o que vem acontecendo com o Clube nos últimos anos, nas últimas décadas. O Grêmio não pode, em momento algum, deixar seu fiel torcedor em segundo plano. Nossa maior receita vem deste mesmo torcedor, que está cada dia mais longe da cancha.

Temos que dar um basta. Cansamos disto! O sócio do Grêmio não suporta mais o descaso da direção do clube, ano após ano.

         Algumas coisas precisam ser esclarecidas de forma simples e direta.

         Por que Élvio Pires e Luiz Moreira representam o Grêmio em reuniões oficiais? Por que Luiz Moreira representou o Grêmio na reunião com o MP e BM na reunião em que definiu toda a logística do Grenal? Que cargos exercem esses senhores dentro do Grêmio? Isso precisa ser esclarecido. Não há mais como compactuar com isso, ou fazer vistas grossas.

Podemos discutir sobre os excessos da BM, que são corriqueiros, podemos citar que no Grenal dos 5×0 os ônibus do rival sofreram danos semelhantes e não houve nenhuma punição, não houve prejuízo ao adversário no jogo dentro da nossa casa. Somente nosso clube e nossa torcida foram punidos.

Todas essas coisas são verdadeiras. Mas chega de olhar para os lados. É preciso mudar as perguntas. É preciso olhar para o próprio umbigo. É preciso responder nossos questionamentos!

Uma direção elogiada pela gestão organizada, baseada em processos e resultados, precisa esclarecer quais cargos exercem os abnegados do clube e qual evolução eles tem apresentado, visto que ocupam as mais diversas funções dentro do Grêmio há 15 anos e não apresentam melhora alguma na relação torcedor/sócio e Clube. Se a gestão está em voga no Grêmio, e reconhecemos o valor disto, estas medidas precisam ser estendidas ao departamento mais importante do clube. Precisam ser estendidas ao seu sócio, o Maior patrimônio do Grêmio Football Porto-Alegrense.

A direção do Grêmio, inexplicavelmente há anos tem deixado de lado o seu sócio e seu torcedor. Mesmo que todos os esforços tivessem sido feitos, e não foram, para impedir as determinações do MP e BM o Grêmio como instituição deveria fiscalizar e acompanhar seus sócios durante a chegada na SSP, durante a organização dos ônibus, durante todo o percurso e a chegada ao estádio. Nenhum representante do Grêmio estava lá quando precisamos.

O prejuízo ao time em campo e o desrespeito aos torcedores são imensos quando a nossa forma característica de torcer é impedida, unilateralmente. A suspensão da entrada dos instrumentos e bumbos deixou nossa torcida enfraquecida no clássico, na casa do seu maior rival e nenhum integrante da diretoria do clube pareceu se preocupar. A festa no estádio precisa ser defendida pela diretoria do Grêmio. Nossa torcida é conhecida pelo incentivo ao time em campo durante os 90 minutos. Essa é a nossa marca registrada.

Não foi apurado quem foi o responsável pelas depredações, não foi sequer tentado solucionar o problema. Por que os responsáveis pelo acordo não estavam participando da execução do mesmo? O sócio gremista estava novamente desamparado, como em todo clássico na casa do rival.

A participação do Grêmio em toda a operação foi resumida na presença de um representante, que ficou alguns minutos no local e já satisfeito com tudo o que viu em todo o doloroso tempo exposto ao calor, foi embora. Provavelmente para um local mais aprazível que a SSP, e com um deslocamento mais confortável que um ônibus de linha com 70 pessoas dentro.

A propósito, o famoso “cartolão”, segue sendo utilizado por diretores e conselheiros do Clube, com saída do Olímpico em um ônibus confortável e refrigerado.

         Questionamos novamente: Por que nossos diretores, conselheiros e abnegados não saíram da SSP?

São muitas perguntas que precisam de respostas. E não podemos mais esperar. O relacionamento e o respeito com o sócio deve ser uma prioridade em todas as gestões no Grêmio. Nós sabemos de onde vem a nossa imortalidade.

Carlos Eduardo Bitencourt Teixeira

Sócio desde outubro de 2005

Crédito Foto: Mauricio Lopes

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

17 respostas a “Tratamento com o Associado Gremista Grenal 408”

  • Faço os mesmos questionamentos e afirmo:
    Precisamos substituir de forma urgente os agentes do Clube que fazem a interface com órgãos públicos(BM, MP).

    Passou do limite aceitável faz muito tempo.

    Ivo

  • Só usam o Estatuto do Torcedor e esse relacionamento com os órgãos de segurança para restringir, e como visto, maltratar o torcedor.

    Chega de fogo amigo! Chega de terrorismo de Estado!

  • Sou sócio do Grêmio do interior desde 2006, as exigências impostas praticamente inviabilizam a vinda do interior para torcer para o Time, principalmente no Grenal do B.rio.

    Além de sempre estarmos com a associação em dia, também temos que organizar transporte, e como organizar se temos que ir duas vezes a poa, para ir num jogo.

  • Baita texto. Excelentes reflexões! Que sirva para algo num futuro próximo.

    Precisamos de respostas e soluções para “ontem”! O Clube não pode deixar seu maior patrimônio em segundo plano.

    “O Grêmio é da torcida, é da sua gente…não é da imprensa, nem dos dirigentes”!

  • Falam tanto do tal “Caminho do gol”, parece que só são considerados torcedores os que vão aos clássicos na palhaçada da torcida mista, que é uma farsa, os demais torcedores são TODOS considerados marginais. Todo GREnal no aterro é isso, caminho DO GADO pra torcida do Grêmio, e a direção do clube NÃO FAZ NADA PRA DEFENDER OS INTERESSES DO SEU TORCEDOR.Em qualquer torcida existe bons (que são maioria) e maus elementos, é injusto tratar e julgar todos da mesma maneira. E esse coronel Elvio sempre foi um grande PAU NO CU, sanguessuga, baba-ovo da direção, fui de organizada por quase 15 anos e esse velho sempre cagou pros interesses da torcida do Grêmio, baita fdp. Depois, quando o time vai mal em campo, eles lembram de convocar o torcedor e fazer promoção de ingressos. Também quero ver qual vai ser a punição dada aos vermelhos, que brigaram entre si inúmeras vezes, já quebraram posto de gasolina, pessoas esfaqueadas em amistoso dentro do Beira-Rio, caso de briga em que foi necessário até uso de desfibrilador para reanimar uma pessoa e, por último, um dos líderes preso por tentativa de homicidio…

  • Perfeito colocação. Desisti de ir ao jogo quando vi toda a falta de respeito com o torcedor. Infelizmente a paixão as vezes fica na frente da razão, já que a direção e os jogadores não levaram e não respeitaram a torcida, entrando em campo como uns moloides, até agora não consigo entender o que sentiu o Marcelo Grohe quando recebeu a bola e sentiu sei lá o que, muito menos da pra entender por que o zagueiro Erazo resolveu dar um drible de letra dentro da área, isso mostra o total descaso do clube e jogadores com o jogo. Acredito que com tudo isso o melhor que a torcida do Grêmio deveria em protesto deixar fazer um Grenada de torcida unica, já que em vista de tantos incidentes acontecidos e outros grenais, essa seria a melhor maneira na minha opinião protestar com a falta de respeito que a direção esta fazendo com a torcida. Lembrando que o Grêmio é patrimônio do torcedor, seja ele sócio ou não, e não de quem hoje está no comando do clube.

  • Lembram do sócio somente quando estão precisando de dinheiro ou em época de eleições…

    Outro dia ainda escutei que:
    “O Olímpico estará dentro da Arena. Vocês verão”.

    Duvido, seguiremos sendo tratados até mesmo dentro de nossa casa como adversários.

    Infelizmente no Olímpico a torcida já havia sido tratada como bicho…
    Lembram?
    http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/noticia/2009/07/comandante-da-bm-defende-acao-no-patio-do-olimpico-2567122.html

  • Temos uma libertadores ano que vem e não me sinto seguro de assistir o Grêmio fora do país.
    Não temos nenhum respaldo, nenhuma proteção, nenhum respeito.

  • Direção omissa, Departamento de futebol fraco… isso reflete no campo. É desumano o torcedor ser maltratado pelo próprio clube que torce. O Grêmio precisa de diretores com culhão!

    @denisfpalmeida

  • O preço do ingresso um absurdo… fomos tratados pior que presidiários pelo menos presidiários podem urinar e beber agua e fica, só uma hora no sol.. ficamos muito tempo no sol sendo tratados tipo estrangeiros que entra com drogas na Tailândia..
    Ah diretoria do nossa time é uma bela bosta.. mulheres sem poder urinar depois fazem campanhas da dupla grenal ah favor das mulheres, sendo que não dão nem um pinico pra usar..não deixar ah principal torcida do clube gremista entrar com seus instrumentos sendo que ah torcida que ajuda o time mesmo quando tem só dez mil torcedores na arena… isso não é direção isso é conspiração..

  • O preço do ingresso um absurdo… fomos tratados pior que presidiários pelo menos presidiários podem urinar e beber agua e fica, só uma hora no sol.. ficamos muito tempo no sol sendo tratados tipo estrangeiros que entra com drogas na Tailândia..
    Ah diretoria do nosso time é uma bela bosta.. mulheres sem poder urinar depois fazem campanhas da dupla grenal ah favor das mulheres, sendo que não dão nem um pinico pra usar..não deixar ah principal torcida do clube gremista entrar com seus instrumentos sendo que ah torcida que ajuda o time mesmo quando tem só dez mil torcedores na arena… isso não é direção isso é conspiração..

  • Concordo com tudo que foi escrito no texto e nos comentários. Mas oque pode ser feito de fato? Uma coisa que saia da internet e se torne real. Eu acompanho o tricolor em praticamente todos os jogos desde 1999. Mas confesso que em 2015 eu “larguei de mão”, justamente por fatos como esses citados. Não é de hoje o descaso com a torcida. Posso citar mais de 20 casos nos ultimos anos… Mas o importante é saber se temos como fazer alguma coisa? Eu sinceramente acho que não, por isso estou abandonando aos poucos…Infelizmente.

  • Triste, muito triste ler o que conta Carlos Teixeira! Percebe-se que a diminuição do clube tem, como protagonista, não os adversários que hoje invariavelmente nos vencem, mas nossos próprios gestores. Estamos perdendo sócios incrivelmente (mais de 25.000 desde dezembro de 2012) e principalmente TORCEDORES! Se as “figuras carimbadas” não saírem do clube, afirmo: não haverá reversão de um abismo que está sendo forjado por nossos administradores “gremistas”!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *