Vitória da afirmação! Mesmo com cinco desfalques (Marcelo Grohe, Erazo, Maicon, Douglas e Luan), o Tricolor gaúcho conquistou três pontos importantíssimos em Florianópolis e encostou no vice-líder, Atlético/MG (apenas 1 ponto de diferença). Com a vitória em Florianópolis, o Grêmio chegou aos 41 pontos e abriu uma vantagem confortável em relação ao 3º colocado, Atlético/PR, que tem 36 pontos. O time do técnico Roger Machado vem de uma sequência invicta de oito jogos (seis pelo Brasileiro e dois pela Copa do Brasil) e apenas dois gols sofridos, com seis vitórias e dois empates.

O centroavante Bobô foi o nome da partida, marcando seu primeiro gol pelo clube, num lindo “peixinho” após cobrança de escanteio do uruguaio Maxi Rodriguez, logo aos 6 minutos da 1ª etapa. Pedro Rocha, que entrou no lugar de Fernandinho aos 23 minutos de jogo, fechou o placar após bela assistência de Bobô, numa jogada de muita qualidade técnica.

Num jogo aberto e com muitas chances de gol, o Grêmio aproveitou-se da bola aérea ofensiva para abrir o placar com Bobô e “matou” o jogo numa troca de passes envolvente, que teve origem nos pés do goleiro Tiago e terminou com uma finalização certeira do jovem prata da casa Pedro Rocha.

Geromel e Edinho tiveram uma atuação segura e de muito brilho, juntamente com o goleiro Tiago, ainda demonstrando alguma instabilidade nas saídas do gol Tricolor, mas muita qualidade técnica embaixo das traves. Galhardo vem crescendo a cada partida, surpreendendo grande parte da torcida tricolor. Bressan, em sua primeira partida após o empréstimo para o Flamengo, não foi bem, mas também não comprometeu. O capitão Marcelo Oliveira teve uma atuação discreta, abaixo do que vinha rendendo. Walace foi seguro na sua função e Giuliano, um dos grandes destaques do Campeonato Brasileiro, supriu a má atuação de Maxi Rodriguez, organizando o meio de campo com mais uma grande partida. Fernandinho, Willian Schuster e Vitinho jogaram pouco tempo. O Grêmio encorpou. A cada partida, nota-se uma evolução na mecânica de jogo. A intensidade, citada diariamente pelo comandante gremista, vem sendo um dos grandes diferenciais do clube em busca do Tri-Campeonato, mesmo com uma diferença de oito pontos para o líder Corinthians (Quarta-feira, 9 de Setembro, tem Corinthians x Grêmio!).

Nos últimos anos, temos escutado com frequência a palavra “intensidade” no futebol, principalmente após as entrevistas do técnico Tite, uma das grandes referências na carreira profissional do nosso treinador, Roger Machado.

Para quem não sabe, a tão esperada “intensidade” dum time esta diretamente ligada com a capacidade do atleta em pensar (visão de jogo, antecipação, criação, decisão) sobre as jogadas a serem realizadas e a velocidade de execução dos movimentos. Além disto, é fundamental estreitar o campo e pressionar a marcação, com movimentação intensa dos atletas.

O Grêmio de Tite, Tetracampeão da Copa do Brasil em 2001, jogava com muita intensidade. Era um time técnico mas de muita marcação. Roger estava naquele time. Foi titular durante toda a campanha. E sabe melhor do que ninguém o que precisa ser feito para levantar o primeiro caneco na Arena.

No próximo Domingo, dia 6 de Setembro, o Tricolor gaúcho recebe o Goiás, na Arena. Para o duelo, o time de Roger Machado não contará com Marcelo Grohe, Erazo, Luan (Seleção), o capitão Maicon (lesionado) e os suspensos Galhardo, Edinho e Pedro Rocha. Douglas retorna ao time após cumprir suspensão (três amarelos).

O Grêmio necessita do apoio da torcida para lotar a Arena e empurrar o time em busca de mais uma vitória. O Tricolor gaúcho é o único clube que não perdeu em casa na competição (são oito vitórias e três empates, com 24 gols marcados e sete gols sofridos). O Atlético/MG, adversário direto pela vice-liderança, visitará o desesperado Vasco, no Rio, enquanto o Corinthians terá o clássico contra o Palmeiras neste final de semana.

O provável Grêmio para Domingo terá: Tiago, Lucas Ramon, Geromel, Bressan e Marcelo Hermes; Walace, Marcelo Oliveira, Giuliano, Douglas e Maxi; Bobô. Kaio e Moises também podem pintar no meio de campo gremista. O garoto Éverton, que jogou diversas partidas com Felipão, pode ter nova oportunidade.

O Grêmio, definitivamente, entrou na briga pelo título. Parabéns, Roger Machado: tu és o grande responsável pelo resgate do nosso Grêmio Forte, Aguerrido e Bravo!

 

Felipe Beckel

@felipebeckel

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Um comentário em “Grêmio vence Figueirense fora de casa e embala no Brasileiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *