Esse relato inicial tem por objetivo expor a intenção do Movimento Grêmio do Prata em resgatar antigas tradições e modalidades esportivas as quais o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense se destacou em um passado recente.

Primeiramente, precisamos considerar a ausência de informações formais e concretas a respeito da Cedência da área junto aos clube de remo do Grêmio no parque náutico para prática desse esporte. A única informação, de caráter “não oficial”, que obtivemos foi de que as instalações no clube estão cedidas à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ainda que não esteja havendo nenhuma prática do esporte e, muito menos, a ocupação social da área. Em outras palavras, o espaço encontra-se ocioso.

Portanto, se essas condições atuais se confirmarem, nossa sugestão é a de imediata retomada da área, bem como lhe dar um destino nobre para qual foi concedida ao Grêmio.

Com a eminente ocupação do espaço, propomos a formação de uma diretoria de administração voluntária para dar suporte a uma administração profissional com o objetivo de resgatar o patrimônio que lá restou e voltar a uma saudosa época de glórias e de ocupação do ambiente pelo quadro associativo do Grêmio.

Nosso objetivo principal é proporcionar melhorias para que essa área seja novamente destinada a sua função original e, sob a tutela do Grêmio, oferecer as minímas condições para que lá se desenvolva uma equipe inicialmente de Master, que possua um histórico com a Instituição, e posteriormente, aos poucos, implantar as outras categorias desse esporte.

A intenção é um aporte de recursos necessários com o intuito de melhorar as condições prediais, inclusive ampliá-las, para que seja melhor acomodado o Quadro Social, visando uma ocupação autosustentável e, até mesmo, rentável ao clube.

Vamos precisar de um quadro funcional e de colaboradores diretivos. Também poderemos fazer uma cantina própria (ou terceirizada) com o objetivo da exploração dos serviços em troca da manutenção e conservação da mesma.

Para que possamos tornar realidade nossa pretensão, precisaremos de um aporte de capital que viabilize os projetos de melhoria e ampliação que necessitamos. Para saber o montante exato, teremos que fazer um projeto de engenharia, mas certamente os valores são bem modestos em relação ao orçamento do Grêmio.

Reafirmamos nossa intenção de resgatar tudo o que está associado com a história e os valores do Clube Grêmio como um todo, não apenas no Futebol. Como o Remo fez parte de uma saudosa história e temos uma área que está esquecida e em desuso, propomos a retomada e ocupação imediata desse espaço e, concomitante a isso, se realizar  as melhorias no Clube de Remo.

Porto Alegre, 17 de maio de 2012.

César Augusto Rotta
Integrante do Movimento Grêmio do Prata.

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

19 respostas a “Retomada da área no Clube de Remo do Grêmio”

  • César Augusto Rotta
    Muito bom esse projeto de retomada, o Grêmio com a transição da arena e com a volta do Remo e em outras áreas que é preciso administrar poderia impulsionar alavancar novamente um quadro Social com diversas formas de esportes e lazer junto com a cultura q deixaram de lado do nosso imortal tricolor vamo q vamo GRÊMIO A HORA É AGORA O ANO DA MUDANÇA É ESSE AVANTE GRÊMIO.

    Jonata Beskow dos Santos

  • Jonata,

    Estás perfeito e pescou muito bem, uma das idéias do nosso Movimento. Valorizar o patrimônio do Clube, retomando-o, reestruturando-o e assim aproximar o Torcedor de forma a inseri-lo no Quadro Social. E aquele associado hoje que está insatisfeito com uma série de coisas por não se sentir valorizado, principalmente pelos valores cobrados e está pensando em sair, fazer com que ele repense, sinta o Clube, possa desfrutar de outros benefícios, se sentindo parte integrante do Grêmio.

    O Associado do Grêmio não pode mais ser tratado como meramente um espectador/consumidor de futebol. A sua aproximação do clube como um agente partícipe e plenamente identificado é fundamental para a vivência, energia, vitalidade do Grêmio. Inclusive, gerador de renda.

    Somente aqueles com visão limitada, talvez de inteligência pouco privilegiada, não conseguem enxergar o potencial de toda uma estrutura que o nosso Grêmio possui e não é aproveitada. Podemos tranquilamente nos ater em avaliações, análises em cima do próprio Grêmio e ver o quão positivo isso pode ser. No entanto, se ainda restarem algumas dúvidas, vejamos alguns casos de clubes vitoriosos pelo Mundo que investem em outras áreas, infra estrutura, esportes amadores e criam um efeito multiplicador a partir desses investimentos.

    Resgatar o passado com olhos no futuro. Valorizar nossa história, nossa identidade, o que construímos e o que somos.

    Parabéns, César Rotta. Grande trabalho.

  • O Brasil de um modo geral ainda não entendeu nem 60% do valor do esporte em nossas vidas, não pode um pais do tamanho do nosso com muitas crianças obesas, ociosas e sedentas por projetos esportivos estarem atiradas as traças por “falta” de espaços físicos para a prática desportiva.
    Grêmio, não se torne um Brasil, vamos valorizar nossas áreas proporcionando lazer, cultura, esportes, alegrias e felicidades aos sócios e torcedores tricolores.
    Até ilha temos!!!!!!!

  • Quero parabenizar o companheiro Cesar Rotta, excelente trabalho buscando o resgate de um grande esporte que é o Remo. Valorizar o patrimônio do clube, trazer de volta os esportes amadores aonde a camisa do Grêmio sempre esteve muito bem representada, dar ao associado a possibilidade dele usufruir de toda a estrutura do seu clube, não só o futebol.
    Abração Cesar
    Da-le Prata

  • Excelente! Em tempos em que o que mais se ouve é nomes de gente capaz de salvar o Grêmio, mas nenhuma idéia sobre como salvar, é um alento ler sobre idéias claras, bem embasadas e estruturadas sobre como devolver o Grêmio à estatura do qual nunca deveria ter saído e, muito importante, devolver o Grêmio a quem o Grêmio pertence: o torcedor.

  • Excelente
    Como remador e gremista acho a atitude muito positiva.Entretanto acho que o departamento de remo do Grêmio deveria ir para ILHA GRANDE onde existe uma sede largada e sem nenhum zelo. O ambiente é mais apropriado que o parque naútico,pois apresenta um grande possibilidade de caminhos e trilhas.A ilha pode ser aproveitada por membros do quadro social.

    • James,
      Boa lembrança. A ilha também está incluída no projeto de resgate desses espaços abandonados e com grande potencial.
      Em breve mais informações no site.
      Abraço.

  • Ola Cesar, fui professor no Projeto Navegar q a UFRGS tinha e utilizava as dependencias do Gremio junto ao Guaiba. pelo q sei o projeto nao existe mais provavelmente por falta de verbas do Ministerio do Esporte. O projeto consistia em aulas de vela, canoagem e remo para criancas carentes das escolas da regiao do bairro humaita e inclusive das ilhas das flores e da pintada. O espaco eh muito bom, existe um amplo galpao onde muitos barcos de remo ainda estao la. alguns levam nomes de pessoas importantes da historia do gremio, nao sei dizer se estes mesmo remavam la. nos do projeto por vezes usavamos um bote q se chamava “Tricolor”. com certeza eh uma area q deve ser resgatada ainda mais agora em tempos de arena no mesmo bairro. pra kem nao sabe esse espaco fica exatamente onde esta a base da placa “BEM VINDO A TERRA DO CAMPEAO DO MUNDO na entrada de porto alegre pouco antes da ponte do guaiba. Trabalhei la ateh 2007 e depois disso fui viajar e nao moro mais em porto alegre, pelas informacoes q tive o projeto funcionou ainda ateh 2008 mas nao sei dizer como esta a atual situacao. va em frente com essa ideia, devemos sim resgatar o q eh do gremio. um grande abraco e dale gremio

  • Ilustre GREMISTA Daniel Braga,
    Estamos a disposição para discutir esse assunto em conjunto com todos aqueles que tem inetersse no assunto bem como estão dispostos a ajudar no resgate de tudo que diz respeito não só do patrimonio como tambem da historia do GREMIO.
    Tenho a afirmar que vamos seguir em frente com esse objetivo e que vamos contar com pessoas abnegadas ligadas a historia do remo do Rio GRENDE DO SUL. Nosso objetivo é não só reativar o local como proposrcionar a ocupação otimizada do espaço em favor do quadro associativo do GREMIO.
    Com muita Estima
    Cesar Rotta

  • A retomada da área no Clube de Remo deveria / deve fazer parte de um
    deptº. de esportes olímpicos reestruturado e DE VERDADE.

    Nada impede que um clube originariamente de futebol invista (E
    PESADO) nos esportes olímpicos e amadores… muito antes pelo
    contrário.

    Cada atleta que, porventura, venha a lograr êxito defendendo as
    cores do Grêmio representa um retorno em marketing.

    P.S. Para a reestruturação deste deptº. pode-se lançar mão,
    inclusive, da Lei nº 11.438/06:

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11438.htm

  • Ótima iniciativa. Remei vários anos pelo CRA Barroso, na ocasião por absoluta falta de apoio e/ou estrutura no Depto. de Remo do Grêmio, que, à época estava sob a Direção do Sr. Grogoletto, excelente pessoa e grande entusiasta do esporte.
    O Depto. de Remo do Grêmio sucedeu ao Clube de Regatas Canottieri com large história em nosso remo.

    Parabéns. estou à disposição para ajudar no que for preciso. Forte abraço.

    • Grande Sanseverino acho que lembro de tí e do Bettoni, vamos conversar mais sobre o assunto em muito breve, qual o e-mail que posso entrar em contato.
      UM grande abraço
      Cesar Rotta

  • Olá Cesar

    Tenho um projeto para o remo do gremio, como ex remador do clube na saudosa decada de 80 convivi de perto com o que poderia ser um belo futuro para o remo do gremio, aprendi muito com o meu tecnico da época ” Saul ” que hoje treina o vasquinho, hoje sou tecnico de remo nivel II da FISA e treino a equipe de eremo do aldo luz,florianopolis, tendo remado por 12 anos aqui em floripa, e ter a honra de ter formado a Fabiana Beltrame campeão mundial de remo ( foi minha atleta nas categorias junior) estou disposta a voltar para minha terra desde que o gremio aceite um projeto profissional como demanda sua historia e seu nome.
    Grato
    Fernando
    fernandoremos@hotmail.com
    48-84014246

    • Ilustre Fernando Carvalho é lógico que precisamos de abnegados como tu, agrupar ideias e pessoas só resultará em agregação de valores e Força.
      Estarei entrando em contato, mas é interessante se tiver a oportunidade de nos visitar ainda durante esse mes no piquete do gremio do prata no parque Harmonia, poderemos trocar idéias e quem sabe tratar sobre o projeto em sí.
      Fizemos o diagnóstico da situação atual mas não fizemos um projeto definitivo que só virá após as eleições para o conselho deliberativo. Estamos dispostos a trabalhar para melhorar a estrutura tanto física como associativa do GREMIO como clube e isso inclui com bastante ênfase a quastão do clube de REMO. CONTAMOS COM TODOS OS ABNEGADOS GREMISTAS QUE DE ALGUM MODO AJUDARAM O GREMIOS EM ANOS PASSADOS.
      Com Estima, Cesar Rotta.

  • Me agrada muito em ver comentários sobre o remo do GRÊMIO e o interesse de reabri-lo.
    Junto com meus irmão e companheiros vindo do Clube de regatas Barros, reabrimos as portas do Grêmio, junto com o prof. Saul e o meu Pai Fernando Bernardi como Diretor de remo e com a pres. do Dr. Hélio Dourado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *