Há um tempo na vida de qualquer Gremista em que ser torcedor do Grêmio não é nada além de uma escolha, mesmo que inconsciente. Da mesma forma que alguém se diz Gremista hoje, pode deixar de dizê-lo amanhã e a vida segue. De qualquer modo, quando feita essa escolha, ser Gremista traz consigo os seus títulos: Campeão do Mundo, Bi-campeão da Libertadores, Campeão da Recopa, entre tantos outros. Na infância do Gremista, por mais velho que seja atualmente, estes títulos eram obtidos por pessoas intangíveis, por times considerados invencíveis e por uma coleção de nomes e rostos que resolvem tudo de maneira inesperada. Naquele tempo, sequer suspeitávamos o quão vazia é a vitória sem esforço. Sem esta realização, títulos não eram mais que epítetos à nossa condição declarada de Gremista.

Tivesse eu nunca escolhido ser gremista, talvez vivesse minha vida sem jamais sentir falta destes títulos. Talvez os achasse fúteis como também acharia o futebol fútil, nada mais que um esporte incapaz de ajudar a resolver os problemas realmente importantes dos homens e para os homens. Felizmente (e digo isso com muita convicção), não foi o que aconteceu. Há muito, ser Gremista deixou de ser mera questão de escolha. Por questão de vivência de Grêmio, assim como passei a fazer parte do Grêmio, este passou a fazer parte da minha pessoa de forma intrínseca. E os títulos? Viver e reviver os momentos de glória do Grêmio, com o tempo, tornaram cada vez mais clara a quantidade de esforço, de suor, de sangue e de paixão que foi centrado ao redor de objetivos aparentemente inatingíveis! Não eram deuses: eram apenas homens, impulsionados por um caráter único. Cada vitória custou caro, mas simplesmente ignoraram que era impossível, foram e fizeram. Esta é a verdadeira vitória!

Este esforço foi de muitos, que, com certeza, merecem todas as homenagens e destaques. Mas, acima de tudo, foi articulado por um grande vencedor: Fábio André Koff.

Não existe alguém que represente um sentimento maior de Gremismo. Exemplo de caráter, bravura e que sempre lutou incansavelmente para colocar o Grêmio entre os maiores clubes do mundo. Batalha esta, por vezes, ingrata. Explico: em troca de todo sucesso e de todas as glórias conquistadas, algo deveria ser cobrado. Prioridades, sacrifícios pessoais e familiares foram reavaliados. Muito provavelmente, conciliar tamanha dedicação e vontade de prosperar com problemas particulares do dia-a-dia não deve ter sido simples. Muito menos, compreendidos. Mas, inegavelmente, sua gentileza e atenção, sua tradicional voz rouca e uma sequência de fatos que o tornaram o maior presidente do Grêmio, não me desmentem: é um grande homem, um líder e, especialmente, um exemplo a seguir.

Amadurecido enquanto Gremista, contemplo estas conquistas pelos valores humanos e sociais que elas agregam e quão grandiosas e inspiradoras elas podem ser em minha vida e na dos demais Gremistas.

Venho de uma família cujos valores citados anteriormente são muito prezados, e há muito procuro adotar ao menos parte destes no meu dia-a-dia; começando no ambiente profissional, passando pelo campo clubístico e terminando no convívio familiar. Certo de que estes valores transparecem sempre que coloco esforço, vontade e perseverança em minhas ações – tudo o que possuo e conquistei já me pareceu um dia impossível! – por isso, sem dúvida alguma, não é exagero nenhum dizer que devo também ao Dr. Koff uma pequena parte de tudo o que sou hoje, não apenas como Gremista, do Mundo e da América, mas como pessoa e cidadão.

Muito obrigado, Dr. Fábio Koff! Seremos eternamente agradecidos por tudo que o senhor fez ao Grêmio. Meu orgulho, minha paixão, o Grêmio que trago na pele é por tudo que o senhor fez nesses anos.

O Grêmio precisa de outros Fábios. Ouvimos, constantemente, comentários de que o clube tem carência na formação de novas lideranças e isso é um fato. Não há como negar, visto a ausência de títulos de expressão ao longo desses 11 anos. Entretanto, sabemos que este senhor de mais de 80 anos tem projetos e vontade para trazer o Grêmio novamente para a condição de clube organizado, bem dirigido e respeitado no cenário nacional e mundial.

Precisamos da sua volta, Presidente Fábio Koff, para nos reencontrarmos com o velho clube vencedor e copeiro, com identidade, pegada, alma, garra, convicção e determinação. Um Grêmio que todos nós queremos: FORTE, AGUERRIDO & BRAVO.

As portas estão abertas, Presidente.
Precisamos de tua força e contamos contigo.

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

10 respostas a “Parabéns, Dr. Fábio Koff!”

  • Merecida homenagem para quem dedicou grande parte de sua vida à colocar o Grêmio Football Porto-Alegrense no topo do mundo.
    E essa história ainda não acabou. Unindo a experiência do Dr. Koff e a força de novas lideranças, a volta ao topo do mundo é questão de pouco tempo.

  • Não há dirigente que entenda mais de GRÊMIO (mas GRÊMIO na essência) do que o Dr.Koff, para ele o GRÊMIO é futebol força. Ninguém conhece o caminho das vitórias mais do que o Dr.Koff. Volta Fábio Koff !

  • Parabéns Fabio André Koff!!!!!
    Muita saúde e força, sorte a nossa o senhor ter nascido gremista.
    “Disseram que era impossível, mas não avisaram ao Grêmio – por isso ele foi lá e fez”.
    Felicidades Koff.

  • O Dr. Koff nos deu tudo o que somos enquanto gremistas!

    Digo mais: chego a me sentir ENVERGONHADO de colocar, com o que sinto hoje, este FARDO nos ombros de alguém que já fez tanto por nós e deveria apenas estar curtindo os louros da vitória, mas o fato é que, mais do que nunca, o Grêmio precisa do Dr. Koff!

  • Parabéns, Dr. Fábio Koff! O maior Presidente da história do clube.

    Duas Libertadores, um mundial, uma Copa do Brasil, um brasileiro e uma Recopa!

    O Grêmio precisa de pessoas assim, VENCEDORAS! Não pessoas politiqueiras e teóricas que estão no Grêmio há mais de 10 anos e nada fazem.

    Volta, Fábio Koff! Precisamos do senhor urgente no Grêmio.

    Me sinto ENVERGONHADO ao saber que muitos gremistas não gostam ou menosprezam o maior vencedor do clube.

  • EM 13/05/1931, NASCE FÁBIO ANDRÉ KOFF

    Neste dia, após o 13 de maio, quero consignar um abraço ao maior Presidente da história vitoriosa do Grêmio Foot Ball Porto Alegrense! Sabedor dos inúmeros cumprimentos e saudações feitas ontem ao maior dirigente do futebol brasileiro de todos os tempos, fiz questão de , um dia depois do seu aniversário, registrar minha admiração, meus respeitos e, em especial, minha esperança em ter FÁBIO ANDRÉ KOFF novamente na administração do “meu” Grêmio!
    PRESIDENTE KOFF, sem rodeios: desejo-lhe, de coração, que o senhor viva mais outros 81 anos! Que o senhor dispense “apenas” outros 2 (dois) anos de sua iluminada e saudável vida, para que meus filhos vivam a alegria que vivi nas suas 2 (duas) gestões à frente do GRÊMIO! Que o senhor dispense sua notada energia e sabedoria por mais 2 (dois) anos somente, de maneiras que meus 2 (dois) filhos chorem, mas de alegria e felicidade ao assistirem ao nosso Grêmio vencer novamente! Exatamente como EU chorei em 1983, em 1994, em 1995 e em 1996!!
    PRESIDENTE KOFF, conforme o senhor mesmo declarou no Programa Pátria Tricolor de 27 de abril de 2012: “eu fiz muito pelo Grêmio, mas o Grêmio fez muito mais por mim”!
    PRESIDENTE KOFF, a partir do seu “balanço”, concluo que o senhor é “devedor” ao Grêmio! Então, honrado PRESIDENTE KOFF, quite sua “dívida” assumindo a cabeça de um PROJETO DE GESTÃO para o biênio 2013/2014. Não tenho o menor receio de afirmar: 99% dos 8 (oito) milhões de gremistas estarão ao seu lado! EU e meus 2 (dois) filhos estaremos ao seu lado, PRESIDENTE KOFF!
    O aniversário ontem foi seu, mas o presente quem tem o “dever” de dar a nós, gremistas – A MAIOR TORCIDA DO SUL DO BRASIL – é o senhor, voltando a ser NOSSO PRESIDENTE!
    Parabéns, KOFF, por completares mais um ano de uma vida digna, reta, honrada e AZUL! Parabéns, KOFF, por seres inteiro em tudo que fizestes e fazes!!

    Fraternal abraço, PRESIDENTE KOFF!

    Vitor Guilherme Ruschel
    Sócio-Patrimonial
    Matrícula: 34646

  • Emocionante os depoimentos e o texto sobre o Dr. Fábio Koff. Sim, queremos a volta de uma direção competente e que leve o Gremio a novas conquistas. O Dr. Fábio Koff poderá unir os gremistas para ganharmos grandes títulos. Outros dirigentes não conseguirão essa coesão necessária. Até porque se dependermos da Arena estamos fadados a dias de muita incerteza no futuro. O que o Gremio precisa é da paixão do Presidente ao mais simples torcedor. O marketing, a Arena e os interesses econômicos nada serão sem a paixão do torcedor gremista. Parabéns ao Gremio do Prata pelo material produzido. E Dr. Fábio Koff Presidente.

  • TUDO JÁ FOI DITO, SÓ ESPERO QUE O VELHO KOFF NOS DEVOLVA A IDENTIDADE DE TIME PEGADOR DETERMINADO, DE LUTA, DE FORÇA E DE ALMA CASTELHANA

    ” V I D A L O N G A P A R A F A B I O K O F F ”

    FORZA GREMIO FORZA GREMIO SALVE GREMIO SALVE GREMIO

  • Como encaminhar uma mensagem diretamente ao Dr. Fábio Koff?

    Precisamos de um mutirão de modo a CONVENCER, (sem deixar margem para recusa), o DR. FÁBIO a voltar para resgatar a DIGNIDADE do Grêmio.

    Esse Grêmio que aí está, protagonizando VEXAMES e pagando MICOS homéricos, para delírio dos colorados que crescem rumo ao infinito, não pode continuar do modo como está. O Presidente KOFF precisa dizer que está voltando, pois só assim o Grêmio poderá aspirar ganhar algum título de expressão, e voltar para o lugar de DESTAQUE e RESPEITO, quer no cenário nacional quanto MUNDIAL. (“eles” não para de ser notícia na mídia mundial…)

    Vamos lá gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *