E o GRÊMIO encerra o ano de 2014, em uma partida sofrível e melancólica, contra o Flamengo, dentro da Arena.

Este jogo, simboliza não só o último da temporada, mas uma sequência de insucessos, que se arrasta há anos, que nos dá a sensação vertiginosa da queda de um clube que beirou o topo, mas não teve a grandeza de se manter lá.

Fomos lentos, desprovidos de ambição e o nosso início teve muitas escolhas incorretas. Com muita tristeza, vejo hoje o ápice da descaracterização do GRÊMIO: jogadores leves, sem indignação, sem alma e sem o menor entendimento do que é jogar no nosso clube. O pior, vem de quem deveria nos representar, de quem tem a obrigação de ser imbuído de GREMISMO – e atualmente ganha um salário “generoso” para isto – mas simplesmente deixa o barco correr. O brabo é ouvir que não temos dinheiro para montar time competitivo. Esta declaração, para mim, é a declaração da incompetência. A esta altura nossa base já deveria estar nos dando grandes jogadores, identificados e com a vontade de trazer as taças. Mas trabalhar a base, não é prioridade nem desta e nem das últimas direções do GRÊMIO. Todo mundo fala, porém, ninguém põe em prática.

Tendo em vista a deficiência técnica, em vários setores da equipe do GRÊMIO, tenho em mente que será necessário começar tudo novamente, desde o início. Precisaremos, para o ano que vem, de foco, de humildade e de trabalho incansável. Precisamos de, pelo menos, um jogador forte e de passe impecável no meio campo. Chega de improvisos! Se vamos perder o Dudu – que não acho lá grande coisa – que se busque um atleta já pronto para acertar. O GRÊMIO nos últimos tempos tem contratado jogadores para ensiná-los os seus ofícios; os caras chegam aqui e tem um ano inteiro para treinar e aprender a fazer o que já deveriam chegar executando. O ataque dispensa comentários e igualmente se ressente de alguém com capacidade de finalização. Nas laterais, ambas, deve-se implantar a equação mais óbvia: rapidez + técnica. Há quanto tempo o GRÊMIO não tem um lateral, tanto esquerdo quanto direito, que chega forte no ataque e lança com precisão o atacante?

Apesar do cenário trágico, penso que nunca é tarde para começar um trabalho vitorioso. Temos algumas peças que poderemos utilizar e temos treinador. Parece-me que buscar títulos, um a um, paço a paço, com vontade e competência é possível para o GRÊMIO, desde que se entenda que o GRÊMIO campeão, é o GRÊMIO que enaltece sua cultura, sua história e suas características únicas.

Eu, no meu GREMISMO, na minha paixão, não abandono. Quero ver taça de Gauchão, de Copa do Brasil e de Sul Americana. Que venha, 2015! Que o GRÊMIO reaprenda o seu caminho de vitórias… que o GRÊMIO seja GRÊMIO!

Ana Vilches
@anagremiovedder

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

14 respostas a “Final melancólico, novamente”

  • Tive que ver os jogadores do rival dando a vida até o último minuto de campeonato. E os nossos desistiram faz 3 jogos atrás, simples asssim. Quedelhe o meu Grêmio?!

  • Aninha, o problema é quem poderá recomeçar tudo no Grêmio? Koff e Rui Costa? Mas não basta a montanha de absurdos que esses 2 fizeram, junto com aquele “abnegado” que nada sabe de futebol e ou mercado da bola? Com o continuísmo de uma péssima gestão – em todas as áreas – temo por mais 2 anos terríveis para a Instituição Grêmio! Torcida, sócios…..todos resignados!!! POBRE GRÊMIO!!

  • Os únicos que mantém a essência gremista VIVA somos nós torcedores. Nossos diretores, nossos jogadores e nossa amiga da onça “oas” estão pouco se lixando para o Grêmio.
    Pois bem, ontem calor de 35º em Porto Alegre e muitas mães com seus filhos não podiam entrar com bloqueador solar no estádio, norma de uma tremenda estupidez.
    Acendem sinalizadores, brigam, atiram pedras, se matam nas cercanias de todos os estádios brasileiros e só o Grêmio é punido. Lamentável chegar no portão do estádio e ser barrado por um boçal do “APOIO” que te diz; “não, com essa bandeira tu não pode entrar”. Ué??? Passei na revista e me liberaram. Tudo dentro das normas, mas para o “APOIO” não.
    Expliquei que sempre entro com a bandeira e mais uma vez o sujeito largou a pérola do dia… aqui só entra símbolo do Grêmio, aí juro que não entendi mais nada, abri a bandeira e para surpresa do inútil era um TRAPO DE 2m X 2m COM O DISTINTIVO DO GRÊMIO. MINHA PACIÊNCIA JÁ TINHA IDO PRAS CUCUIAS, ainda falei pro sujeito… isto aqui se o senhor não sabe é o símbolo do Grêmio meu amigo, isto aqui não é o símbolo do Flamengo.
    Bueno, fui em outro portão e entrei, lá liberaram, mas não é que foi estender o trapo e o sujeito, novamente o mesmo do primeiro portão, veio dizer pra eu tirar que estava atrapalhando o pessoal dos camarotes. Larguei pras cobras, tirei o trapo e me retirei do estádio.
    Com certeza eles me filmaram, sabem quem eu sou, afinal a Arena possui modernas câmeras filmadoras, elas só não funcionam quando é para ajudar a torcida, elas funcionam somente na hora de atacar o clube e sua gente.
    No jogo de ontem, amistoso, sair do interior do estado e ser tratado como bicho é pra rachar a paciência de qualquer um, sou sócio, comprei mais 5 ingressos para ajudar o pessoal da excursão da minha cidade, era pra ser tudo festa, mas não foi, futebol pobre e muita arrogância.
    Respeitem a torcida, respeitem as mães e suas crianças, respeitem a paixão e o sentimento do torcedor.
    Que o tal “lava a jato” arrebente com quem vendeu o Grêmio, que o tal “lava a jato” arrebente com a tal oas e seus cupinchas… vocês é que estão devendo para a sociedade.
    Dia 8 de Dezembro de 2012 inauguraram a Arena, dia 8 de Dezembro de 2014 estão fechando de vez o OLÍMPICO MONUMENTAL.
    QUEM SABE UM DIA A ARENA SE TRANSFORME NO MONUMENTAL…
    TÁ BRABO, MAS NÃO VAMOS LARGAR,JAMAIS NOS MATARÃO!!!!!!

  • Uma tristeza ver mais um ano ser jogado no LIXO… ver o rival sendo “imortal”, não se entregando, buscando os resultados até o último segundo e nós, vergonhosamente disputando um amistoso… e sobre a última frase do amigo… o TEATRO DA OAS (arena) NUNCA, JAMAIS será 1 décimo do que foi

  • CONTINUANDO… o maldito teatro da OAS (arena do Odone) NUNCA, JAMAIS representará 1 milésimo do que foi A NOSSA CASA, O NOSSO OLÍMPICO MONUMENTAL… boa parte do meu Gremismo ficou no concreto da azenha e vai virar pó junto com o Olímpico…

  • “Precisamos de, pelo menos, um jogador forte e de passe impecável no meio campo.”
    Em breve devem confirmar Douglas: durma-se com uma contratação dessas.

  • Na verdade o ano acabou pior que os anos anteriores.

    Se nos anteriores – embora acabassemos sem títulos – ao menos
    conquistamos vaga na LA.

    Esse ano nem vaga deu pra comemorar.

    Aliás nem a vaga nas oitavas da Copa do Brasil deu pra comemorar.

    Já quanto a colocação:

    “jogadores leves, sem indignação, sem alma e sem o menor
    entendimento do que é jogar no nosso clube.”

    Por acaso esses jogadores leves, sem alma e sem o menor entendimento
    do que é jogar no Grêmio, cairam de paraquedas no Olímpico, ou
    alguém os contratou ?

    Cabe tb uma pergunta quanto às categorias de base:

    Pq o time titular têm um jogador de 40 anos de idade atuando na
    lateral esquerda e não revela ninguém da base desde o Roger na
    década de 90 ?

    Resumindo:

    Muita coisa têm de ser repensada no ‘Reino da Dinamarca’.

  • Quando acho que o interminável e melancólico 2014 está desaparecendo da “história” do Grêmio, eis que surge essa pérola de atitude do senhor Duda. O cara aceita ser diretor de futebol, aí vem com essa de que “não sabia o quanto é intenso o trabalho de um diretor de futebol”! Estão brincando com o Grêmio, com a torcida e com os sócios!!! E eu “acreditei” novamente e votei nas “confrarias” do charuto e da Praia de Jurerê….!!!!
    Se os sócios não agirem a tempo,…….o final do BURACO poderá ser a QUARTA DIVISÃO!!!
    POBRE GRÊMIO!

  • muito bom texto, mas fico me perguntando, todos os anos a mesma coisa todo mundo acreditando em papai noel.
    FOI DURO PRA NÓS ESSE ANO E O PRÓXIMO NÃO SE ILUDAM VAI SER DURO TAMBÉM,
    TEMOS QUE TRAZER JOGADORES COM A ÍNDOLE GREMISTA, ESSE LUAN POR EXEMPLO ME PARECE QUE ESTÁ MAIS PARA O TAL DE BRUNO DO QUE PARA UM TADEU RICCI.
    ESSE É O GRANDE PROBLEMA, O CARA É INDOLENTE MAS É HABILIDOSO, PORTANTO TEMOS QUE NOVAMENTE OPTAR QUE TIPO DE JOGADOR NOS SERVE? QUE TIPO DE ESQUEMA VAMOS IMPLANTAR?
    ISSO É QUE IMPORTA E NÃO ADIANTA TODOS OS ANOS ESSE LERO LERO QUE VAMOS GANHAR ISSO OU AQUILO, PRIMEIRO TEMOS QUE NOS ORGANIZAR, PLANEJAR E AÍ SIM COM MUITO TRABALHO E PERSISTÊNCIA TENTAR VENCER,
    FORZA GREMIO FORZA GREMIO
    SALVE GREMIO SALVE GREMIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *