Estou escrevendo de dentro do ônibus que vai de Dubai para Al Ain.
Por mais que eu tente, eu não consigo descrever o que sinto neste momento.
No ônibus, somos 30, no mundo somos 8 milhões de loucos por um clube que já nos fez sentir os dois extremos de um sentimento chamado Grêmio. E agora estamos a caminho de mais uma vez chegar ao topo.


Duas partidas nos separam do ápice!!
Hoje teremos, como torcida, que ser a de sempre. A que só não teve mais gente em Lanús por falta de ingressos e que atuou como local.
Como time, devemos que ter a ousadia de 1983, a raça de 2005, a força dos times de 2001 e 2016 e a bola de Lanús!
Enquanto o ônibus corta o deserto eu escrevo pensando num filme dos meus 38 anos de vida Gremista e quase isso de arquibancada. Tento lembrar em que momento essa paixão se criou. A cada metro percorrido por esse deserto eu lembro de alguma partida. Lembranças boas e ruins, mas que serviam para forjar esse clube forte, aguerrido e bravo e essa torcida louca!
Na bagagem estamos levando faixas, bumbos, trapos, a esperança de sermos campeões e a certeza de que vamos ser GRÊMIO!!!

Rafael Forace

@foragi

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *