Oswaldo Azzarini Rolla, o Foguinho, marcou época no Grêmio como Jogador e Treinador. Neste dia 11 de janeiro, em 1955, é o dia que esse atleta retornou ao Clube, após treze anos de sua despedida, mas como treinador.

Considerado por muitos como o um dos responsáveis pelo desenvolvimento da identidade e dos valores futebolísticos do Grêmio, entre eles, de luta constante em campo, força e bravura. Valores esses que parecem esquecidos em alguns momentos. Como técnico, Foguinho foi tetra campeão gaúcho com o Tricolor: 1956, 1957, 1958 e 1959. Em 1960 treinou a Seleção Brasileira. Oswaldo Azzarini Rolla faleceu em 27 de outubro de 1996, aos 87 anos.

É importante relembrar a data do retorno de Foguinho ao Grêmio, como treinador, ainda mais neste ano que temos Libertadores. Pois o lutar em campo com vontade de vencer é um de muitos de seus conceitos de futebol.

“Jogar mal a gente joga, ninguém vai jogar sempre bem, agora a luta tem que ser constante, a vontade de vencer é indispensável. Isso aí o jogador tem que ter. Jogar mal é outra coisa.” (Oswaldo Azzarini Rolla)

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Um comentário sobre “Foguinho estreia como Treinador”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *