Bom, antes de revelar minha identidade, vou lhes passar um pouco de mim. Sou GREMISTA, prezo a franqueza, a amizade, a confiança e a coerência, além der ser um tanto quanto avesso a prática daquela política tradicional, repleta de conchavos e interesses. Não estou aqui por um ou mais cargos. Estou pelo GRÊMIO. Minha existência tem a única e exclusiva finalidade de servir ao GRÊMIO. É meu dever me sacrificar e arriscar minha vida futura pelo BEM DO GRÊMIO. Não tenho finalidade em mim mesmo e, apesar de buscar um GRÊMIO forte, aguerrido e bravo, sou dotado de um grande coração.

Sou jovem, tenho apenas 4 anos de existência. Porém, já conheço bem a dinâmica maléfica da política de um clube grande como nosso GRÊMIO. Muitas foram as decepções nessa caminhada que começou em 2008, muitas mesmo. Pessoas se aproximando por interesses, “amizades” indo pelo “ralo”, jogos de vaidades, egocentrismos… Mas, esta (decepção) de agora!? Forte mesmo.

A essas alturas, com toda essa descrição, você deve estar pensando: este deve ser aquele maluco que fez sobrevoar sobre os mares do litoral uma faixa com os dizeres “Volta, Fábio Koff!”. O mesmo maluco que a estendera na Goethe e no Salgado Filho, possivelmente.

É, você acertou! Meu nome é Grêmio do Prata.

Mantive uma série de encontros com o ex-presidente desde o ano passado. E vou te contar as razões pelas quais me retiro do processo e não mais apoio a gestão que está sendo composta pelos grupos de oposição e liderada pelo Fábio Koff.

Na época da disputa Globo/Clube dos Treze, procuramos por Fábio Koff e, a partir dali se criou, aparentemente vejo hoje, um laço de amizade. Jantamos, conversamos ao telefone, falamos ao vivo e, até mesmo, aproximei-me da família do ex-Presidente, pela qual ainda nutro carinho e respeito profundo.

Percebi, segundo as palavras do próprio, que nele havia um arrependimento e culpa. Sentira-se culpado por não ter passado o bastão com qualidade suficiente para nos manter no topo nas duas oportunidades, nos dois mandatos. Mais: vi claramente o desejo dele de corrigir isso tudo em uma terceira oportunidade, já então aos 80 anos. Mas, dessa vez, com uma diferença: ele sendo uma espécie de mentor e conselheiro de como funciona e se dirige um clube vencedor. Não me contive e tratei de tentar convencê-lo a ser o candidato à presidência. Afinal, ali estavam o velho (vencedor) e também um novo Fábio Koff, convicto que a melhor maneira de corrigir os erros era deixar um LEGADO e RENOVAR o clube em termos de lideranças.

Nomes foram dados aos “bois” que não deveriam retornar! Isso mesmo, de comum “acordo”, os nomes foram dados e citados até serem vetados. Tudo de comum “acordo”. Tratei de convencê-lo, então, a ser ele o comandante mais uma vez. Afinal, se era este novo, acompanhado das qualidades do velho Fábio Koff que estava ali na minha frente, por que não persuadi-lo?! Avião daqui, faixa de lá, voz de lá e de cá, etc…  Acho que consegui. Enfim, vou ver meu Grêmio Campeão Mundial novamente e, assim, sucessivamente logo ali adiante.

O LEGADO e a RENOVAÇÃO eram metas e propósitos claros, nítidos e comuns a todos nós. Logo, eu estava tranquilo e certo de que o joio seria separado do trigo desta vez, de modo a fazer uma passagem de bastão eficiente. Ele, Fábio Koff, termina seu mandato e deixa o GRÊMIO em mãos que pensem o produto do clube, futebol, como ele.

Não pensem que desse LEGADO e dessa RENOVAÇÃO era só eu a fazer parte?! Não, pelo contrário! Eu mesmo indicara CABEÇAS E CORAÇÕES competentes e fiéis ao GRÊMIO para fazer parte dessa transição. O radicalismo, ao contrário do que é falado, nunca foi o meu forte!

Foram passando os dias e, cada vez mais, ficava complicado o contato (uma conversa rápida, uma reunião, um telefonema) com o ex-presidente. Mas, como falei anteriormente, sou amigo, sincero e dotado de PURO GREMISMO. Não me preocupei então. Segui acreditando no novo Fábio Koff e continuava a pedir ansioso e convictamente que ele tomasse a frente dessa RENOVAÇÃO e criação de LEGADO.

Infelizmente, “quebrei a cara”!

Aqueles termos como LEGADO e RENOVAÇÃO, outrora citados dia a dia, já não mais são proferidos e passam bem longe do uso cotidiano e do leque de intenções. Nomes perdedores, alguns antigos outros nem tanto, retornam mais uma vez ao cenário como se de um dia para o outro, o caos tomasse conta. Se alguém lhes disser que eles não vão retornar, NÃO ACREDITE! Pois, eles já estão tentando retornar.

Sim, a política de alianças, de cargos e de divergências, mais uma vez, se colocou acima dos projetos, acima do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

Sendo assim, o Movimento Grêmio do Prata não mais apoia a formulação da chapa liderada por Fábio André Koff. Ou melhor, não apoio mais a volta das oligarquias tradicionais que se adonaram deste clube e o levaram ao CAOS por duas vezes.

Por fim, é forçoso dizer que não iremos virar as costas aos GREMISTAS que como nós, confiam na ética e nos ideais defendidos pelo GRÊMIO DO PRATA, desde o seu surgimento em 2008. Com a responsabilidade cada vez maior de nosso grupo, e com o claro clamor do torcedor por mudança (vide eleições ao Conselho Deliberativo em 2010), entendemos que não podemos fugir de nossa responsabilidade de dar ao torcedor uma alternativa.

Uma alternativa que pensa no GRÊMIO ao invés de pensar na velha troca de favores.

Uma alternativa que pensa no GRÊMIO ao invés dos velhos interesses pessoais.

Uma alternativa que vem baseada em projetos de gestão e não em cargos. Isto mesmo, projetos de gestão. Nesses quase 2 anos de conversa com o ex-presidente Fábio Koff o GRÊMIO DO PRATA desenvolveu projetos de gestão para todas as áreas do clube, projetos que tiveram suas sínteses divulgadas no site do GRÊMIO DO PRATA.

Pensando nessa responsabilidade e pela confiança depositada no GRÊMIO DO PRATA, pelo torcedor e associado GREMISTA, é que não abriremos mão de nossos ideais e convicções, não trocaremos o que nos é mais valioso por cargos. Não abriremos mão da ÉTICA pela velha troca de favores. Ou se pensa o GRÊMIO pelo GRÊMIO ou com absoluta certeza não se terá a chancela do GRÊMIO DO PRATA. Afinal, convicções e ideais não se COMPRAM e não se VENDEM. E seremos fiéis aos nossos pelo bem do GRÊMIO.

Assim, comunicamos que além de deixar de apoiar a “aliança” de “oposição” em torno do nome do ex-presidente Fábio Koff, iremos lançar candidatura ao Conselho de Administração do GRÊMIO que reafirme os IDEAIS e VALORES do GRÊMIO DO PRATA!

MOVIMENTO GRÊMIO DO PRATA

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

54 respostas a “Comunicado oficial: eleições 2012”

  • É muito orgulho ter vindo para o Prata, aqui só encontrei amigos dignos e honrados, que merecem mais que ninguém um espaço lá dentro, porém sem ser prejudicado por estar junto de pessoas que não merecem nem mais passar perto do clube, quem dirá administrá-lo. Parabéns a todos

    • Gremio precisa de uma Terceira Via.

      Parabens ao Gremio do Prata que representa Grande parte dos Torcedores Gremistas Brasil a fora

  • Caro amigo, tenho acompanhado o Grêmio do Prata pelo twitter, seus membros também.

    Fácil perceber que o grupo é formado por muita energia, boa vontade e um grande gremismo ardente. Porém devo confessar que o grupo de vocês ainda é inesperiente e levemente inocente em acreditar que política deixaria de ser política em algum instante. Também fácil de perceber que vcs acreditam em “Deus”, um Salvador superior a tudo e a todos, pessoas são feitas de erros e acertos, eu, tu e Koff.

    Ao final, falta humildade em poder achar que seus projetos feitos com tanta boa vontade podem ser simplesmente ruins, empenho e boa vontade não são sinônimos de competência.

    Koff sempre foi raposa, desculpe a critica, mas só o Grêmio do Prata não via, mas é a hora dele.

    Não ame ele com muita intensidade e não odeie com a mesma intensidade.

    Trate raposas como raposas e saiba o que esperar delas.

    Não desanima!

    Abraço de um seguidor, fake, mas seguidor.

    • Por isso o Brasil é como é… Pois aceitamos a políticia de troca de favores, desonesta e suja… Se não fizermos nada, seguirá como está.. Se nos mexermos, o mínimo de melhoria que fizermos será de grande valia… Agora, cruzar os braços e ver toda merda rolando e não fazer nada? Não sou assim…

      Hora do Koff? Tu acha que o Koff sentando na cadeira vamos ganhar a América e o Mundo automaticamente?

      • Concordo que é por isso que o Brasil é o que é, só que politica tem na Alemanha, Japão… Infelizmente política é assim, principalmente na democracia, gostemos ou não.
        Não sugeri cruzar os braços, aliás apoiei o projeto do Prata, não é por desilusão que tudo esta perdido.
        É a hora do Koff sim, não é garantia de títulos, aliás ninguém garante títulos, o Barcelona não garante títulos!
        Hoje a eleição é Koff, com Preis e Rui Costa X Odone com Pelaipe, tu acha que é a hora do Odone? Tem alguma solução mágica?
        abraço

    • Tchê, só vou fazer uma correção:

      Os projetos (não todos obviamente, mas os principais) foram extremamente elogiados e nos foi oferecida as vagas para os respectivos departamentos.

      Não citamos no texto, pois não cabe, nesse momento, falar disso. O que acontece é que recusamos esses convites, pois não aceitamos o retorno de alguns nomes de volta ao cenário do clube.

      Pode ser ingenuidade, sonho, platonismo, enfim, podem chamar do que quiser, eu chamo de CONVICÇÃO e POSICIONAMENTO.

      Abraço!

  • Acho que eleger fabio koff seria voltar a uma administração ultrapassada, pois voltaram os velhos caciques do gremio, Meira, Krieger e cia. Acho que preciamos de pessoas jovens e que entendam de gestão de empresas, não apoio Odone, antes que venham me criticar. Sou a favor de alguem que realmente tenha capacidade de gerir o grêmio como se gere uma empresa. Vejamos, as cartas estào na mesa.

    • Amigo,
      Adalberto Preis não é favorável a administrações ultrapassadas, ele pode não ser jovem mas pensa em valores da boa gestão.
      Rui Costa, é jovem já mostrou bom trabalho merece oportunidade.
      Galló é um do maiores gestores do Brasil, leia-se Lojas Renner.

      Me da um nome de um jovem que é exemplo de boa gestão que esteja disponível? Mas um de sucesso, não um que não sabe gerar receitas nem pra si próprio! Bom gestor faz dinheiro, concorda?

      abraço

      • E se eu não preferir o Koff e nem o Odone… Apesar de ser um grupo jovem, vou confiar e apostar no G do Prata.. Pois o ideal e a convicção deste grupo me agradam…

        Já vi manifestações de outros grupos com intenção de apoiar o GdoP… Essa é a minha escolha…

        Nem Koff, nem Odone…

  • “Sim, a política de alianças, de cargos e de divergências, mais uma vez, se colocou acima dos projetos, acima do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.”
    AMIGOS do PRATA, conheco-lhes há exatos 04 (quatro) anos. Meu carinho por vocês, vem desde a origem de vocês, “guerreiros” gremistas!
    Neste instante, após dias de enorme tristeza e quase reclusão, após ler um texto escrito no COLETIVO; no “nós”, registro minha emoção, amigos.]
    O PRATA sempre terá meu respeito! VOCÊS – grupo – sempre contarão com minha admiração, pois CORAGEM DE GREMISTA é para poucos GREMISTAS como o PRATA!
    Nobres e dignos AMIGOS, permitam-me transcrever dois singelos pensamentos de SANTO AGOSTINHO:
    1)Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me corrompem.

    2) As pessoas costumam amar a verdade quando esta as ilumina, porém tendem a odiá-la quando as confrontam.

    OS DOIS PÓLOS POLÍTICOS NÃO SERVEM AO GRÊMIO, MAS SE SERVEM DELE!!!

  • o GRANDE PATRIMONIO DO GREMIO DO PRATA É A PUREZA COMO SEUS COMPONENTES TRATAM AS COISAS DO GREMIO, E SSA PUREZA AINDA NÃO ESTÁ ACOSTUMADA A TRATAR COM RAPOSAS DA POLITICA TRADICIONAL, POR ISSO A DECEPÇÃO MAS TEMOS QUE PRESERVAR A NOSSA IDENTIDADE DE GREMIO FORTE AGUERRIDO E BRAVO QUE ESSES ANTIGOS E TRADICIONAIS CARTÓLAS RENEGARAM E RENEGAM ATÉ O PRESENTE MOMENTO. É SÓ VER OS ATOS E FATOS ADMINISTRATIVOS QUE VEREMOS COMO ELES FEREM NOSSA IDENTIDADE A CADA DIA QUE ESTÃO NO GREMIO, NAS MÍNIMAS ATITUDES.
    se temos um ideal vamos atras dele chega de ser tropa de rebanho desgovernado como diz o poeta ” quem sabe faz a hora e não espera acontecer ” ou vamos mais antigamente relembrar dois ADAGIO ROMANO.
    ” QUEM NÃO SABE A QUE PORTO SE DIRIGE NENHUM VENTO IRÁ AJUDÁ-LO.”

    ” OS NOSSOS ERROS SÃO IMENSAMENTE MENORES DO QUE NOSSA HONESTIDADE ”

    viva o GREMIO DO PRATA, vamos lançar candidato e gritar para todos os GREMISTAS QUE QUEREMOS UM GREMIO FORTE AGUERRIDO E BRAVO, MAS ACIMA DE TUDO DE UM GREMIO QUE ORGULHE OS GREMISTAS.

    forza gremio forza gremio salve gremio salve gremio

  • Coerência é tudo.
    Seja na vida ou no futebol, devemos seguir os nossos princípios.

    Se no trabalho, algo vai contra os teus princípios tu tens a escolha de fazer ou não. Se não fizer, estás sendo coerente, caso contrário, estás ferindo teus princípios, a ti mesmo, e a quem acredita em ti.

    Apoio o Grêmio do Prata por isso, tem uma identidade e não muda por nada, só pensa no bem do nosso Grêmio.

    Dalhê Grêmio do Prata!!! Por um Grêmio Forte, Aguerrido e Bravo!

  • Sábia decisão. A política tradicional, aquela dos conchavos, da troca de favores, do acobertamento dos incompetentes, da ‘hereditariedade’ é muito forte. A ÚNICA MANEIRA DE MUDAR É ROMPER COM TUDO QUE A SUSTENTA, o que implica RENOVAR TOTALMENTE, mesmo que existam – e existem – grandes Gremistas envolvidos nos movimentos que estão ou estiveram no poder. EM FRENTE GREMIO DO PRATA, tenho certeza de que uma campanha calcada na renovação total e absoluta encontrará apoio nos Gremistas que estão fartos das – más – práticas políticas que contaminam nosso Clube e nosso País. Fundamental ter acesso aos endereços eletrônicos dos sócios, e enviar a mensagem de renovação total. Contem com o apoio, desde já.

  • LIMPEZA NO GRÊMIO JÁ!

    Chega desses “sangue-sugas” no Grêmio! CHEGA! BASTA!

    Hora de gente decente dentro do Grêmio. Que não use o Grêmio em benefício próprio. Essa gente que é especulada para fazer parte do CA do Grêmio são perdedores ou querem se aproveitar do Grêmio.

    Dalhe GRÊMIO DO PRATA! Gremistas de verdade que querem o bem do clube! Tomara que tenham a chance de implantar seus projetos no clube. Chega desses caciques, dessa oligarquia nojenta que assola o clube!

    Vocês tem meu total apoio!

    Abraço

  • Embora seja MUITO DIFÍCIL quase impossível ultrapassar a cláusula de barreira do conselho, O GRÊMIO DO PRATA TA CERTÍSSIMO EM POSICIONAR, baixar a cabeça e aceitar alguns nomes goela abaixo só pra ter alguns cargos e o sr. Koff no comando e muito pouco.

    Falar até papagaio fala, o difícil é confirmar as convicções.

  • A luta por ideais está sujeita a alguns revéses durante a caminhada. Toda a grande mudança passa por um processo longo. Mas não nos entregaremos!

    Mesmo estando não tão perto, tenho orgulho destes homens e mulheres que integram o PRATA com aguerrimento, coragem, obstinação, ATITUDE de vencedores! Assim é como o GRÊMIO DE TODOS NÓS.

    “É sob o fogo mais ardente que se forja o aço bom”.

    DALE GRÊMIO. DALE GRÊMIO DO PRATA.

    @Gus_Franco

  • Amigos Falavena e Cláudio. Esse filme eu já havia escrito há um ano, lá no acmpamento farroupilha, onde o Grêmio e o RS são enaltecidos. Lembro das nossas convesas descontraídas, mas produtivas, sobre o futuro do Grêmio, regado a muito churrasco (bons momentos).
    Parabéns pelo comunicado do Movimento.

    Abraços.

    Adair Borghetti

  • Autenticidade e nobreza: 10
    Política: 0 (zero)

    É possível, na democracia, presidir sem política? Não. Nunca.
    É possível fazer política sem nunca conviver com a divergência? Não. Tampouco.

    É uma pena esta ruptura, pois não tenho dúvidas de que o melhor para o Grêmio no momento é o Fábio Koff. Acredito na intenção dele de querer renovar o clube. Mas é macaco velho e sabe que tem que dar a mão aqui e ali.

    Entretanto, como eu prezo mais a autenticidade do que a política, torço para que o Grêmio do Prata avance e venha a contribuir no futuro de forma intensa, ajudando na limpeza de que o clube tanto necessita.

  • Grande GRÊMIO do Prata. Parabéns pela coerência e coragem. É isso que falta ao Grêmio, gente que possa lutar pelo clube e somente por ele, sem participar de conhavos polítos, sem rabo preso com ninguém. Ainda acho que entre o Koff e o podrone, o primeiro pode fazer muito mais pelo Grêmio, mas a decepção com a mudança de atitude do Dr Koff em relação ao Prata é muito grande, assim como foi a minha, anos atrás, ao vê-lo tornar-se amigo e conselheiro do Pedalado Carvalho.

  • GRÊMIO DO PRATA tem objetividade e a tão citada coerência. Mas acima de tudo coloca o GRÊMIO em primeiro lugar e isto por si só já me enche de orgulho de poder contar com pessoas desta qualidade. Avante hermanos! o GRÊMIO campeão das copas, não era o GRÊMIO de 1 único homem. Este homem, conhecia sim, a fórmula para vencer. Mas esta fórmula não pertencia a ele, e sim ao GRÊMIO. E nós do GRÊMIO DO PRATA, lutaremos e seremos bravos para colocá-la em prática novamente. Com clareza e de forma limpa, porque nosso trabalho é baseado em amor e amor não é benefício pessoal. Amor é doação e abnegação. Da-le GRÊMIO! Da-le GRÊMIO DO PRATA!

  • Lendo os comentários e palavras de apoio da massa gremista, é impossível nao se emocionar.
    Obrigado pelo voto de confiança.
    Continuaremos batalhando por um GREMIO FORTE, AGUERRIDO E BRAVO!
    @ivopacheconeto

  • Depositamos uma grande confiança no líder que acreditávamos ser a esperança de um GRÊMIO novamente vencedor, e, agora, após as recentes manifestações e definições desse líder, as convicções e as esperanças se enfraqueceram. Agora, os caminhos não traçam o mesmo foco… por isso, Parabéns ao Grêmio do Prata pela atitude!

  • Prezados,

    Só faria uma correção no texto de vocês, na introdução, quando diz:
    “Porém, já conheço bem a dinâmica maléfica da política de um clube grande como nosso GRÊMIO.”

    Vocês não conhecem nada da política gremistas. Se isso fosse verdadeiro, vocês não cairiam no canto da sereia do Dr. Koff. Este mesmo Koff que em 2004 virou as costas para o Grêmio e o entregou para o Odone. Depois colocou o Duda no poder.

    Que sirva de lição para vocês nesse importante trabalho de grandes gremistas.

    • esse mesmo Koff que foi Campeão do Mundo,Bi campeão da libertadores da América, campeão da recopa, Bi campeão brasileiro…..
      Me desculpem a intromição, mas acompanho o SR FÁBIO ANDRÈ KOFF desde 1977 e digo: com ou sem politicagem o único erro que ele teve a frente do GRÊMIO foi não ter ensinado um substituto, mas esse erro pode ser corrigido este ano. Podem ter certeza se queremos novamente colorir o mundo de azul a chance começa agora. Fábio Koff eleito e aprendam com quem sabe. Deem tempo ao tempo, não ponham os pés pelas mãos e se querem mesmo um dia “governar junto” o GRÊMIO como ouvi de um integrante de vcs peçam desculpa ao Dr Fábio e aprendam como se faz.

  • PARABÉNS ao Prata pela postura clara, ética e, acima de tudo, a favor do GRÊMIO. O clube precisa de Gremistas com este tipo de atitude. Continuo acreditando no Prata. Abraço

  • nada muda!
    acham que o torcedor é burro!! ( muito burro e sem-memória )
    “Gestão-Avançada ” ( um nome grandioso ) com Hermann-Krieger?? porque não Obino, Meira et alli.?
    bem que o Gremio do Prata caiu fora!!
    as Elites Diretivas acham o torcedor muito trouxa!
    tenho muito medo dessa bosta de eleição numa hora completamente inadequada! imagina o Odone perdendo.. vai pensar:
    ” Ahé?? perdí a eleição!! fodam-se!! eu preparei esse banquete prá eles? ” ( aí desmonta tudo )
    quanto aos grupelhos do outro lado implorando cargos e privilegios, me dá a certeza que gremistas mesmo,só os torcedores, a Elite quer é se dar bem
    parabéns pela ATITUDE!

  • O Grêmio do Prata está de parabéns pela coerência e pela coragem de romper com a política clubística tradicional. Faz todo sentido, apesar da originalidade da iniciativa, dar as costas aos conchavos em prol das convicções. Não desanimem. O Grêmio precisa de vocês!

  • Pergunta de curioso…
    O Fábio Mundstock não é do Grêmio do Prata?
    Ele não está ao lado do Koff?
    Então existe um representante do Grêmio do Prata com o Koff?
    Isso é “ruptura com atitude”?
    Sei lá, está muito igual para sustentarem ser diferente…

  • Até levei um susto quando li que o GP não concorreria mais. Seria muita ingenuidade acreditar que Fabio Koff carregando na mochila velhas raposas viria para renovar o Grêmio. Pra mim o que querem travar é mais uma batalha das vaidades, e o Grêmio não merece mais isso.
    Vamos lá Grêmio do Prata, estamos juntos.

  • Olá

    O KOFF..so tenho odio do Odone.
    Ele mesmo falou que faz muitos anos que não vai aos jogos de Grêmio,e agora que voltar,
    Gremistas,vcs acham que um homen com 83 anos,e com odio tem condiçoes de voltar a ser presidente.
    Vai voltar com ele,um tal de ANDRE KRIGER ,um derrotado,que fica secando nosso time,sempre na tv,que não gosta do Luxemburgo, e fala que o Pelaipe,é um empregado do Gremio,mas o Pelaipe é acima de tudo um gremista vencedor..

  • Fábio Koff foi o maior presidente da história do Grêmio. Ninguém discute isso. Não há argumento contra isso.
    Mas ele não é Deus.
    E nos últimos anos tevs e uma postura duvidosa, para dizer o mínimo. Encostou-se no Clube dos 13, onde ganhava um nababesco salário, e deu as costas ao Grêmio. Tornou-se ausente no clube em alguns dos momentos mais complicados da história dele. Foi o mentor de Fernando Carvalho, a quem aconselhou diversas vezes. Carvalho já disse, mais de uma vez, que Koff foi fundamental na trajetória vitoriosa do coirmão.
    Em 2008 desempenhou um papel muito, mas muito feio. Desceu ao pátio do estádio apertando mãos (eu sei, estava lá) e prometendo que estaria junto, muito próximo, de Duda Kroeff. Foi Koff quem elegeu Duda. E logo em seguida o que assistimos foi Koff mais uma vez dando as costas para o clube enquanto Kroeff desmontava tudo que havia sido feito de bom nas gestões anteriores, mandando, por exemplo, Rodrigo Caetano embora e “reformulando” as categorias de base, enchendo-as de apadrinhados políticos e entregando-as a Paulo Autuori.

    Koff agora quer voltar. Por que? Segundo ele, num projeto impessoal. Não parece. O que é público são duas motivações: a primeira foi infeliz implosão do Clube dos 13, que lhe tirou o ganha-pão. A segunda, pior ainda: a retirada de seu filho, “Fabinho”, do Conselho do Grêmio. Em função desses dois “pecados mortais” Koff quer “acabar” com Odone.

    Ou seja: na cabeça de Koff, continua o Grêmio sendo um grande feudo. A questão com Odone não é “um modelo de gestão”, como adoram dizer, mas questões de foro bem pessoal.

    Em tempo: Odone é um pavão vaidoso, como Koff, que também usa o Grêmio para se promover. Vejo com bons olhos a mobilização do Grêmio do Prata, como também do MGI, de tentarem lançar candidaturas alternativas. Meu voto, de sócio, larga com uma tendência muito grande de cair numa dessas candidaturas. Não sou índio para obedecer cacique.

  • Só discordo de um ponto. O problema do encastelamento do clube transcende o desempenho ou resultados de campo. Sua origem data de muito antes dos principais títulos do clube. O Sr. Fábio Koff há muito tempo optou por voltar-se ao negócio futebol, via clube dos treze, relegando o Grêmio a um segundo plano. As oligarquias sempre fizeram parte do mais alto poder do tricolor. A única opção para alterar-se essa realidade é a democratização politica mudando o estatuto do clube, e para isso, seria fundamental um abaixo assinado pela maioria do quadro associado. Não bastam bons projetos sem uma oxigenação do poder.

  • Creio que:
    1. O Koff quer, sim, levar o Grêmio a uma grande transição à qual ele chama de choque de gestão.
    2. Mas para isto precisava ser eleito. E teve que abdicar do seu vínculo com o GP para cercar-se de gente com peso político capaz de cooperar com sua eleição.
    3. Uma vez eleito estaria aberto o espaço para o GP junto com uma grande renovação.
    4. O GP quer o bem do Grêmio, sim, mas são vaidosos como os outros pois pensam que só eles podem conduzir o Grêmio a vitórias.
    5 Chamar o Koff de continuísmo é ridículo. Só se for a continuidade dos títulos que cessaram quando ele saiu.

    • Marcos

      Em respostas às tuas considerações:

      4. Se o Grêmio do Prata fosse vaidoso como sugeres, não teria indicado pessoas que não fazem parte do movimento, mas que considera competentes.

      5. Koff em si é um vencedor, não mudei minha opinião. Mas cercou-se de pessoas que não são vencedoras que ficarão após a saída dele, caso ele eleja-se. E a isto, sim, chamo de continuísmo, sem o menor receio.

      Abraço,
      Sigamos conversando!

      • é muito mimimimi…….. São sim vaidosos e intransigentes!!!!!! Se “este” for, to fora. Quero o fulano, o beltrano e o ciclano. É muito planejamento, projeto e diabo a quatro……O papel aceita tudo, é preciso ter habilidade , competência e o discernimento para colocar em prática tais ideais. E acima de tudo, estar disposto e preparado para negociar as possíveis alterações e adequações que todos os Projetos estão sujeitos a sofrerem. Quem não entende estas premissas e se esconde atrás da palavra “COERÊNCIA” para justificar sua estupidez e arrogância frente a um processo político democrático para a Gerencia de um clube de Futebol…. no meu modesto entender, não esta apto a exercer tal função. Precisa primeiro ser Sindico do Prédio onde mora, depois dirigir a CIPA da empresa onde trabalha, ser Presidente do Grupo de Futebol onde joga toda a semana, Conselho Tutelar……….. ou gerir seu próprio negócio, lidando com os diferentes interesses de funcionários, fornecedores, dos clientes do governo.etc e tal. Resumindo parceiro…….. Governar ,também passa pela capacidade de administrar as vaidades e os diferentes interesses e preferencias de todos os envolvidos.

      • Fabrício,

        primeiro que indicamos muitos nomes fora do nosso Movimento para trabalharmos lado a lado. Logo, não houve vaidades. Não foram um ou dois nomes, foram muitos. Aliás, esses nomes continuam ao lado da chapa de oposição.

        Agora, acho que não soube interpretar o texto. Divergimos da execução do projeto, do legado que será deixado, da renovação que foi prometido e não se cumpriu. Com certeza, todos convivemos com pessoas que não temos afinidade. Isso é normal e sabemos disso.

        Mas, não posso sair pregando renovação, legado e juventude num clube de futebol e, só para chegar no poder, passar por cima dessas convicções e me vender por cargos oferecidos.

        Desculpe, meu caso, mas se tu acha que é muito “mimimi” ter convicções na vida, não apenas num cenário futebolístico, mas, na vida, então, sempre rumaremos em sentidos contrários.

        Quanto a capacidade do nosso candidato, ele já foi prefeito da praia em que reside, é o Presidente da empresa que toca e, se não bastasse tudo isso, ainda lidera grupos sociais e beneficentes.

        Abraço!

      • Não se trata de ter convicções na vida , mas sim em um cenário futebolístico !!!! Esta é a questão, as tuas convicções, as do grupo , as minhas , as da torcida do Grêmio, as do Papa……. enfim todos temos convicções. E elas são diferentes com certeza, mas não quer dizer que as tuas estão certas e as demais erradas. Todas podem ter seu momento na história. Mas conquistas meu amigo ( acho que posso te chamar assim) são galgadas digerindo diferenças e sabendo tirar o melhor o que cada um tem para oferecer. De qualquer maneira , acredito que a eleição tem que se dar pelo voto do associado e se o Koff manifestou a intenção de ser novamente Presidente, o mínimo que os conselheiros devem fazer é conduzi-lo ao Pátio para que o torcedor decida o futuro do Clube. Qualquer outra atitude que não o leve ao Pátio é a mais pura falta de coerência e a sustentação de uma Ditadura que já teve mais de 10 anos ( 10 % da vida do clube) no poder e nos deu apenas uma Copa do Brasil . O mais puro continuísmo da derrota do futebol brasileiro.
        E todos ao Monumental hoje !!!!!! Um forte abraço.

      • Tudo bem. Concordo que cada um tem suas convicções. Assim como concordo, veementemente, que um líder tem que saber tirar o melhor de cada. Perfeito!

        Agora, eu não consigo admitir que, nessa equipe de trabalho, tenha pessoas que não possuem convicção no projeto, no ideal e estão ali somente para ocupar espaço, possuir um cargo e se autosustentar as custas do clube.

        Desculpa, mas, realmente, não quero participar de uma chapa que essas pessoas estejam juntas e, pior, estejam com voz de comando ainda por cima. Infelizmente, essa é a verdade: pessoas carguistas (que não estão pelo projeto) se adonaram da chapa. Triste, com certeza. Mas, não vou compactuar com isso e revindicarei até o final.

        Bom jogo para nós, pois precisamos dessa vitória. Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *