Na noite de ontem, infelizmente, ocorreu um dos fatos mais tristes e preocupantes da história do nosso Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. E o pior, o fato que aqui irei transcrever não se relaciona com futebol, mas sim com o tratamento dispensado para com os torcedores, especificamente,  os associados do nosso Tricolor.

A partida Grêmio x Ipatinga, válida pela  Copa do Brasil de 2012. Durante a partida tudo transcorria normalmente, inclusive a má atuação do nosso time, apesar da vitória parcial. No segundo tempo do jogo, quando o Grêmio já ganhava por 2 x 0, o jogador André Lima foi substituído e um associado, o qual desconheço, que estava presente na cadeiras começou a vaiar o jogador de forma veemente. Os outros torcedores ali presentes não gostaram da manifestação contra o André Lima, pois o time ganhava e repeliram a atitude desse torcedor aos gritos. Até esse momento tudo normal, torcedores exercendo seu direito de protestar de maneira pacífica. Acontece que, quando tudo já estava calmo, desce das cabines o Diretor Executivo Remunerado de Futebol do Grêmio juntamente com outro membro da diretoria e seu STAFF de seguranças. Esses senhores dirigiram-se até o local onde o torcedor que VAIAVA/protestava estava sentado e o direito de futebol  apontou para o associado e imediatamente os seguranças do clube o retiraram do estádio.

Nesse momento diversos associados questionaram o Sr. Diretor Executivo de futebol o que estava acontecendo, que aquela atitude não era correta. Ora, retirar um torcedor do campo pois estava vaiando? Voltamos para a Ditadura Militar? E o direito do associado de ver o jogo? Diga-se de passagem que ninguém, absolutamente, ninguém se agrediu. Ademais, ao que parece a discussão desse torcedor que vaiava foi com um dos filhos do diretor que estava presente nas cadeiras.   Será essa a explicação da retirada do torcedor associado do clube?

Ao ver todo esse acontecimento, vários associados indignados com tal medida, incluindo integrantes do Prata,  seguiram pedindo explicações ao diretor de futebol do Grêmio e protestando contra atitude do mesmo que rapidamente refugiou-se nas cabines novamente, apenas mandando àqueles torcedores se calarem. Repita-se, todas os protestos foram pacíficos e legais. O que foi contra a lei federal (Estatuto do torcedor – art. 13-A e constituição federal no seu art. 5) foi a retirada de um torcedor sem motivo plausível, por pessoa que não tem autoridade para tanto. De se destacar que caso houvesse qualquer tipo de conflito que determinasse a medida adotada deveria ter sido chamada, primeiramente, a Brigada Militar (autoridade competente) para averiguar o fato e se fosse necessário retirar o torcedor. Contudo, não foi isso que aconteceu, os seguranças do Grêmio do modo coercitivo e ilegal retiraram o torcedor a mando da diretoria. Frisa-se que não se entra no mérito se a vaia estava correta ou não, mas o torcedor estava no exercício regular de seu direito.

Pergunto: qual são as funções do Diretor REMUNERADO de futebol do Grêmio? Ele tem ingerência sobre os associados? Está nas suas atribuições a fiscalização de entrada e saída de torcedores do evento desportivo? Me parece que não…

Bom, após todo esse transtorno alguns torcedores dirigiram-se à Sala da Brigada Militar, uma vez que o Juizado Especial encontrava-se fechado, e ali registraram ocorrência como torcedores prejudicados. Sim, todos os torcedores foram prejudicados ontem, pois o nosso direito de manifestação e, inclusive, o direito de ir e vir, restou violado. Ontem o que aconteceu foi um verdadeiro atentado à legalidade e a moralidade. Pense bem, amanhã será seu filho retirado do estádio por criticar o time? Time o qual ele paga a folha salarial com suas mensalidades.

Por fim, está mais no que na hora da torcida Gremista reagir na forma pertinente contra esses atos ilegais e autoritários. Se eles pensam que irão nos intimidar, estão enganados. O Grêmio não tem dono, pertence a todos nós Gremistas e iremos protestar sempre por nossos direitos de cidadão e de associado.

JAMAIS NOS INTIMIDARÃO!

Relato de um torcedor Gremista feito ao Victor Hugo

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

81 respostas a “Jamais nos intimidarão!”

  • É por isso que estamos nessa situação. Autoritarismo, incompetência, personalismo e vaidade.

    Não vejo a hora dessa gente(sim, essa gente) sair do Grêmio e nunca mais voltar!

    Desde quando um funcionário do futebol tem AUTORIDADE para tirar alguém do estádio?

    Que este torcedor processe esse dirigente que faz um trabalho não mais que mediano e gastando dinheiro com um time insuficiente.

    • Realmente, muito lamentável isso tudo. O Grêmio virou refém dessas raposas velhas. Eles não estão realmente preocupado com o Grêmio e o futuro do clube; afinal, nem eles têm tanto chão mais pela frente. O GRÊMIO É NOSSO! Eu pago meu título TODO MÊS, RELIGIOSAMENTE, e nós torcedores temos TODO O DIREITO DE PROTESTAR NUM ESTÁDIO QUE É NOSSO! e esse Pelaipe, ao invés de ficar brigando com torcedores, que dê um jeito de trazer dois zagueiros decentes e dois meias! Estamos muito mal: sem títulos, sem respeito, sem identidade.

    • VOCÊ ESQUECEU DE MENCIONAR QUE ALGUNS INTEGRANTES DO GRÊMIO DO PRATA BRIGARAM SIM DEPOIS QUE O JOGO ACABOU, FOI A MAIOR PALHAÇADA, EU SEI PORQUE VI. E FORAM VÁRIOS CONTRA APENAS UM. NÃO CONCORDO QUE O INDIVÍDUO DEVERIA SER RETIRADO POR UM DIRIGENTE, PORÉM SE FOI O CASO DE PREVENIR ALGUMA CONFUSÃO QUE PARECIA ESTAR SE FORMANDO, ACHO QUE SIM, RETIRAR O TORCEDOR FOI A MELHOR MANEIRA. PARA QUE ESPERAR A CONFUSÃO SE FORMAR PARA TOMAR ATITUDES. MAS REPITO, TODOS TEMOS DIREITOS DE VAIAR, MAS VAMOS FAZER ISSO EM CASA, NO ESTÁDIO VAI QUEM QUER APOIAR. AGORA UM DIRETOR SE PRESTAR A IR FAZER ISSO É O FIM. MAS VOCÊ QUE ESCREVEU ESTE TEXTO SABE MUITO BEM DO QUE FALEI NO INICIO. ABRAÇO

      • Concordo com tudo o que tu falou…..e mais ainda quando falasses que quem vai no estádio é para apoiar e não vaiar..odeio quem faz isso ficar vaiando o time ou os jogadores, se não for para apoiar o time e os jogadores que fique em casa.nós torcedores devemos sempre apoiar o GREMIO pois ja basta esta impreensa colorada que mete o pau no Gremio o dia inteiro nada e ninguem do GREMIO presta para eles sempre tem defeito so do outro lado que presta….VAMOS APOIARSEMPRE O GREMIO…

  • O autoritarismo é a arma dos incompetentes.
    Folha de pagamento de time europeu e uma piada de time em campo. O Grêmio esta sendo mal administrado em todos aspectos faz mais de 10 anos. Será que perderemos até o direito de nos indignarmos? Não podemos aceitar isto.

  • Isso dói e não dói pouco.
    Apesar de ser locatária de cadeira na qual pago R$ 166,00, nunca assisto os jogos na minha. Prefiro assistir em pé, sou “antiga”.
    No dia 21/03 estava de aniversário e assisti nas cadeiras. Eis que fui vigiada por três seguranças (que chamavam minha atenção por levantar). Na hora para vibrar, na hora de xingar e até mesmo na hora de comemorar os gols. Detalhe: não tinha ninguém atrás de mim, não atrapalhava ninguém…
    No dia ri muito, achei engraçado. Agora, lendo esse relato, sinto medo, sinto dor. Afinal, de quem é o clube que tanto amo? Não é dos 65 mil sócios que o mantêm?
    O que vou fazer na Arena? Levantar placas com inscrições de “Bravo, bravo” para comemorar os gols?
    Sinceramente, estou com medo.

  • Impressionate os torcedores oportunistas. Se não tomam nenhuam atitude reclamam, se tomam, reclama tbm. Caramba!!! Eu acho que amigo precisa se informar melhor. O cara foi retirado sim, mas ele estava bêbado e e perturbando os torcedores. Acredito que tenha sido uma atitude aceitável. Se eles fecham os olhos pros torcedores, galera cai de pau em cima. Não tinha como defender o cara, ele tava agindo errado e a direção fez certo!!!

    • Concordo com o Gabriel. Ele estava incomodando demais, numa atitude infundável.A torcida tem que ir para apoiar o time e não era o que estava fazendo. Direção agiu muito certo sim. Esses torcedores de ocasião não sabem da realidade do time. Grêmio ta conseguindo ir bem na Copa do Brasil, não precisa de críticos, mas sim de apoiadores.

    • Não entendo como podes afirmar, do nada, com tamanha certeza que a atitude oposta teria sido usada como queixa também! Engraçado é quando as pessoas são acusadas de algo exatamente por que não o fizeram – no caso, de reclamar “por não terem tomado atitude”.

      Digo que não entendo como alguém podia estar bêbado depois de 85 minutos sem beber (ou ele teve acesso a bebidas dentro do Olímpico?) sem que estivesse caindo de bêbado no momento que entrou no estádio sem ser barrado.

      Tampouco entendo por que, mesmo que o sujeito realmente estivesse bêbado e incomodando, a atitude teve que ser tomada não pela Brigada, não pela segurança, mas sim pelo diretor de futebol. Que largue o futebol do Grêmio – que está sofrível – e vá ser diretor de segurança então!

  • Quando vejo gremistas defendendo Odone e Pelaipe, percebo que o Grêmio está sem ganhar nada há anos por causa de certas mentalidades…

    Esses defensores de odone e Pelaipe não podem reclamar quando forem agredidos ou expulsos no Olímpico.

    Fãs do Odone e Pelaipe merecem ficar mais 10 anos sem ganhar absolutamente NADA! O Grêmio é muito maior do que estes cidadãos PERDEDORES!

    • A questão não é ser fã da direção, é apoiar o Grêmio. Isso acaba com o time que está tomando forma. Por mais que estejamos ganhando aos trancos e barrancos, o grêmio merece o nosso apoio. Na gestão passada tbm estavamos na pior e perdemos jogadores por uma péssima administração. Essa pelos menos tá nos dando mais esperanças de chegar a algum título. Não adianta, temos que acreditar.

      Nunca fui expulso ou agredido em algum jogo do Grêmio, pq não importunei ninguém no estádio. Quem estava lá ontem, conferiu de perto o que aconteceu de verdade. Um cara na maior manguaça incomodando. Apoio a atitude sim!

      Perdodores são aqueles que só apoiam o time se tiver algum título. Aqueles que babam ovo da direção se o Grêmio levantar uma taça. Engraçado que o Odone já foi enaltecido por estes torcedores que hoje o acusam de uma péssima administração. Se tu é torcedor de momento, beleza, mas não vem discutir com a mesma ladainha, acha um argumento diferente e depois vem reclamar, falou?
      Abraços!

      • Torcedor de momento? Ok. Paulo Odone foi Presidente nas gestões 89/90, 05/06, 07/08 e agora 11/12.

        Ganhou a mesma coisa que o Cacalo em 2 anos. E por favor caro torcedor, não me venha com a balela de “Batalha dos Aflitos” e com aquele clichê: “ninguém queria pegar o Grêmio”.

        São 10 anos como Presidente do Grêmio. Um competente já teria ganho pelo menos uma Libertadores ou um brasileiro.

  • Caros, não há como discordar de uma atidude dessa. Muitos torcedores acompanharam o que aconteceu. Como disse o amigo Gabriel, o importunador em questão estava bêbado e perturbando aqueles que foram para o estádio exercer o seu papel de torcedor, APOIAR o time. O que é mais importante!!! Esta é uma situação que acontece em muitos estádios, por isso sou a favor da proibição de vendas de bebida alcoólica nos jogos. A pessoa não responde por suas atitudes. Meus parabéns a direção que tomou a atitude mais acertada. tenho certeza de que se ele tivesse permanecido no local, os amigos estariam implicando com a falta de atitude da BM, dos seguranças e até mesmo do diretor citado.

    • Bêbado? Já passava dos 25 minutos do segundo tempo. Até lá, o cidadão já estava há mais de uma hora sem ingerir bebida alcoolica.

      O que aconteceu foi uma vergonha. Autoritarismo. Coação…

      Sócio tratado com falta de educação. Odone e Pelaipe se acham donos do Grêmio.

      • Sim, pq tu tava junto e viu o qto o cara ingeriu de bebida alcoolica. 25 minuntos é tempo o suficiente pro alcool fazer efeito. Autoritarismo, tu sabe o significado dessa palavra?

        Não confunda o que aconteceu, se o cara não tivesse sido retirado ia ter neguinho neste mesmo blog reclamando que não tomaram nenhuma atitude.

  • Até quando o Conselho Deliberativo do Grêmio vai tolerar esse bando chefiado pelo atual presidente , fazer tudo que estão fazendo em quase todos os setores do clube?
    Esse acontecimento narrado, passou dos limites de qualquer tolerância admissível, pois se recordou os tempos da Ditadura.Essas pessoas que estão dirigindo o Grêmio não tem as mínimas condições para tal.
    O Conselho do Grêmio tem que tomar alguma atitude pois ,se isto não acontecer, a torcida, de alguma forma, vai ter que se manifestar contra toda essa desorganização que o Grêmio se encontra.

    • No texto e nos comentários há comentários como se o tratamento ao torcedor fôsse diferente no tempo da Ditadura. Vou ao Olímpico desde 1967, nas Sociais e cadeiras. Nunca apanhei da Brigada nos tempos da Ditadura. Só apanhei de cavalariano depois da Dita.

  • Pronto…. as queridas acharam mais uma coisinha pra reclamar. Ainda bem que tiraram aquele cara ontem. Ele não estava apenas vaiando… como são ingenuas.. hahahaha fala sério, se a BM não age, culpa da direção gremista. Se o Grêmio ganha, não ganha, culpa da direção… se o torcedor é expulso, culpa da direção… se o torcedor permanece no jogo, importunando, arranjando briga, culpa da direção. Troquem o disco!!!!

    • Pena, só isso nos resta. A imbecilidade tomou conta. Quando o teu filho for retirado arbitrariamente do estádio tu bate palmas. Ou melhor, como não deve ter idade para ter filho, quando tu fores expulso arbitrariamente do estádio chore, pois não vai poder dizer nada. O caso em questão não é política de clube, é direito fundamental positivado na Constituição Federal. Então não vem cagar farelo, transformar em discussão política uma arbitrariedade dos tempos da Ditadura, graças a Deus a Constituição federal não permite esse tipo de arbitrariedade. Vergonha e mais vergonhoso ainda é aguentar alguém defender isso sem sequer ter visto o que aconteceu, pois quem fala em bêbado mente descaradamente. Sejam honestos e tenham vergonha na cara.

  • Essas “Odonetes” são os mesmos que aplaudem em derrotas. Ganham ingressos e ônibus de graça. São os mesmos que ficam mamando nas tetas do Grêmio também. “Alentadores incondicionais” que hoje usam a Geral como grupo político. Por isso que a torcida caiu muito.

    O Grêmio gastando aos tubos, faz um time ruim, tem que parir uma bigórnia para vencer times medíocres.

    O que Odone e Pelaipe ganharam para ter tanta admiração? UM motivo apenas.

    Tomara que esse sócio coloque na justiça a tire dinheiro do Pelaipe(óbvio que será do Grêmio).

  • Uma hora essa palhaçada vai ter que acabar.

    Agora o Pelaipe é santo, meu deus, quanta “ingenuidade”… ou melhor, quanta cara de pau e falta de vergonha na cara.

  • Prezados !

    Ontem pude conferir de perto um dos mais lastimáveis episódios da história do GRÊMIO. Eu estava a três cadeiras a esquerda do rapaz que estava manifestando seu inconformismo com um time que não fosse a ruindade do Ipatinga, poderia ter até perdido o jogo. Um torcedor que com certeza não aguenta mais torcer pra um clube que entra ano, e sai ano, e pela incompetência de seus dirigentes não sai da mesma. Não quero aqui entrar no mérito da veemência de sua manifestação, pois entendo que o direito de vaiar, apoiar, xingar, aplaudir todos o temos enquanto torcedores contribuintes que pagamos os salários de profissionais que devem honrar a camisa do GRÊMIO. O que posso afirmar a todos é que aquele torcedor NÃO ESTAVA EMBRIAGADO

  • PERGUNTO: Será que dentro da MINHA casa não posso mais reclamar do desempenho do meu funcionário que EU ajudo a pagar o salário?

    ONTEM, um torcedor nas cadeiras reclamou da PÉSSIMA atuação do André Lima que, pra MIM, é um ARREMEDO de jogador.

    Entrou em conflito com a opinião do filho de um dirigente. E PASMEM, foi RETIRADO das cadeiras.

    Cadê a liberdade de opinião?

    O André Lima é um LIXO de jogador, como os dirigentes BOÇAIS do Grêmio. Posiciona-se MAL, está sempre no chão. Não luta pela bola. O Luxa pediu para ele NÃO sair da área, por que ele perde a bola com frequência e cria contra-ataques (ontem ele não obedeceu novamente), …. e o torcedor NÃO pode criticar ou expor a sua opinião?

    … ditadura no OLÍMPICO?

    Será que o presidente, o diretor executivo e outras amebas acreditam que podem SIMPLESMENTE passar por cima da opinião de qualquer UM!?!?!? … EU TO LOCO ENTÃO!!!

    ACABOU a ditadura!!! Acabou esterismos e chiliques dessa corja…

    … E tenho dito!!!
    Sds Mr Z.q

    • É por isso que aconteceu e a forma da preucupação dos movimentos politicos do GRÊMIO é fatos menores, que desviam a atenção de objetivos que realmente devam ser traçados para tomarem o poder como mandatários eleitos e assim derrotarem os atuais “dirigentes”. Na minha modesta opinião de torcedor, desde os tempos da Baixada, assim é que o sr. Odone quer diversar os os fatos menores enquanto “eles” se preparam para as futuras eleções. Peço de ante mão desculpas se ofendí alguem;

    • O fato de você pagar o salário de um funcionário da sua casa não te dá o direito de chamá-lo de boçal. Se o funcionário quiser e tiver testemunhas, pode processar você. Contribuir para o pagamento das despesas do clube NÃO DÁ A NINGUÉM o direito de ofender os outros. Por piores jogadores que eles pareçam ser.

  • E, também afirmo que o que pude presenciar quando o Diretor Sr.Pelaipe chegou com seus seguranças, ele apontou para o rapaz e mandou que o tirassem dali, e os mesmos o fizeram. Como Pelaipe poderia saber que seria aquele o torcedor que estava exaltado, se ele, não estava ali no local que o mesmo se manifestava? Com certeza dentro do GRÊMIO, nós voltamos à Ditadura, hoje, nosso clube vive um regime autoritário, e ontem isto ficou comprovado mais uma vez. Foi muito triste ver o que aconteceu, e sabemos que se a torcida do GRÊMIO não se cientizar destas coisas que estão acontecendo, se não protestar contra isto, se não tomar as devidas atitudes, daqui pra frente será cada vez pior.

  • Vaõ tomar no… qm qr apoiar, apoia, qm qr vaiar, vaie…no ingresso n diz: proibido vaiar! Eu, particularmente não vaio e como não houve agressões não havia o porquê de o torcedor que pagou ingresso e estava no seu direito de reclamar a um empregado dele que não estava exercendo sua função. NENHUM DIRETORZINHO DE MERDA TEM O DIREITO DE RETIRAR UM TORCEDOR DA SUA CASA! QUE SAIA O PELAIPE FANFARRÃO… UM BANDO DE CAGÕES, PORQUE ELE NÃO FOI PESSOALMENTE RETIRAR O TAL? CAGÃO, PELAIPE CAGÃO, ODONE CAGÃO E TODOS DA CORJA SÃO UNS…CAGÕES! SE NÃO FOR PELA TORCIDA, SERÁ PELA FORÇA QUE SAIRÃO DO GRÊMIO!

  • É fácil falar do jeito que tu está falando! Estava esperando alguma pessoa relatar uma história COMPLETAMENTE DISTORCIDA. É muito fácil dizer que o cara simplesmente vaiou o André Lima, daí o Pelaipe desceu e mandou o cara embora. A VERDADE ESTÁ AQUI: O “torcedor” estava BEBADO, e não parava de cornetear desde o início do jogo. Tudo bem, o torcedor tem direito, mas chega uma hora que o direito vira abuso! Esse episodio do André foi o estopim. CENTENAS, repiro, CENTENAS de torcedores se REVOLTARAM com a atitude dele e gerou a discussão. Esse tumulto chegou aos ouvidos de Paulo Pelaipe que tomou uma atitude que, de fato, não lhe cabe pelo cargo, mas que ERA NECESSARIA: tirar do estádio o cidadão. Não só pelo tumulto, mas porque logo a discussão iria para as vias de fato.

    PORTANTO: A atitude que Pelaipe tomou foi correta, mas não cabia a ele fazer isso, aí que foi o erro. Mesmo assim, Pelaipe está sendo CONDENADO por isso e é uma tremenda injustiça, está na hora das pessoas repensarem as coisas.

  • Luiz Alberto! É mais fácil ainda esperar uma pessoa que vai escrever uma verdade, porque estava BEM próxima do ocorrido, para depois manifestar sua opinião. Você deveria tê-la manifestado antes. Isto é oportunismo de sua parte. O TORCEDOR NÃO ESTAVA BÊBADO. Ele foi veemente e se exaltou nas suas manifestações, isto é verdade. Em outro jogo, um grupo de torcedores quase foi retirado das cadeiras pelos seguranças do Sr.Odone, só porque vaiaram o presidente quando ele desceu no intervalo. Só não foram retirados porque ainda outros torcedores se manifestaram tentando impedir. O Pelaipe agiu errôneamente e não há injustiça qualquer em condená-lo. O GRÊMIO é patrimônio da sua torcida, e de mais ninguém. Não é um funcionário do clube que vai passar por cima desta história.

    • Tu vai dizer então que não haveria uma confusão caso o cara não fosse retirado? Era necessário que retirassem o cara. De fato NÃO CABE ao Pelaipe retirá-lo. Mas alguém tinha que tomar alguma providência, se ele tivesse telefonado e mandado tirar o cara, ninguém iria falar nada, iriam elogiar, como ele desceu e se expôs, virou vilão. Não digo que ele é coitadinho, ele errou em se expor daquela maneira, mas tomou uma atitude que era necessária pois tu que estava perto deve ter visto que estava complicado de seguir assistindo o jogo naquele local daquela maneira.

      Obs.: Ouvi vários relatos a respeito, e estava nas cadeiras em outra parte, logo vi que CENTENAS de torcedores estavam discordando da postura do cidadão.

      • n vi relatos d o torcedor ter agredido alguem…alias, so ouvi relatos d q ele e o filinho bixinha do pelaipe bateram boca, ou seja, os dois se ofendendo, se o cara incomodou, o filhinho bxinha do pelaipe tbm incomodou…deveria tbm ser retirado!!! ACABOU A PACIENCIA…SE FOSSEC QLQR UM D NÓS NOS SENTIRIAMOS NO DIREITO DE RECLAMAR TAL FATO! JAH FUI CACETEADO NO ESTADIO SEM FAZER NADA, POR MANDO D ODONE, A MANDO D DUDA KROEF…O DESRESPEITO AO TORCEDOR DEVE ACABAR…TODOS TM DIREITO D MANIFESO, QM N GOSTA, TM Q ACEITAR!!! TODOS TM VOZ, TODOS TM O GRITO…

  • A questão propriamente não é a retirada de um torcedor que estava ou não importunando. A questão é como o Diretor de Futebol do Grêmio pode ter completo mando e desmando sobre quem pode ou não assistir aos jogos, mormente em se tratando de um Sócio Tricolor. O fato de o sujeito estar ou não bêbado, estar ou não importunando, não é da alçado do Diretor de Futebol do Clube, este, tomando conhecimento do fato, assim como qq outro torcedor, tinha o DEVER de comunicar a Brigada Militar, para que esta, órgão competente, tomasse as providências cabíveis. Não cabe a nós julgar e execrar o cidadão por estar bêbado, incomodando, ou vaiando, o fato é que quem pode e deve avaliar aquela situação é a brigada, à luz do Estatuto do torcedor. A partir do momento em que vivemos em um estado democrático de direito, todos temos direito de expressar opiniões ainda que possam ser completamente questionáveis, o fato dessa opinião violar ou não uma LEI não pode ser feita do modo como foi. Se permitirmos esse tipo de coisa passaremos a depender do arbítrio desse senhor Diretor Executivo para permanecer no estádio ou não, estando ou não coberto pelo regulamento do torcedor.
    O cotejo feito com a ditadura é exatamente esse, a liberdade de manifestação, no caso, não é o maior bem violado aqui, até porque as versões dadas são efetivamente contraditórias (eu estava lá e tenho a minha, mas respeito a dos demais e não as desvalorizo), o fato é que QUEM É O DIRETOR DE FUTEBOL PARA DIZER SE O TORCEDOR ESTAVA OU NÃO DENTRO DA LEI??? QUEM OUTORGOU ESSE DIREITO A ELE, nós, torcedores, não fomos, porque ele como representante da instituição tem os seus direitos limitados, exatamente como o Estado em relação aos indivíduos, desta forma como pode ele apoderar-se de tamanha maculação a ponto de, por um estalar de dedos, ver quem que seja retirado do estádio. Não estamos aqui defendendo o que foi feito, até porque pode ter sido certo (se o sujeito efetivamente estivesse bêbado, importunando e puxando briga) como pode ter sido errado (se fosse uma vaia proferida) o problema é que se deixarmos essa decisão na mão do Diretor de Futebol, acabou-se toda e qualquer garantia de que existe uma lei também para proteger o torcedor…
    A essência da Democracia é justamente essa: estarmos sob a égide de uma lei, que vai ser cumprida por alguém o máximo imparcial possível, ou se estamos ao completo arbítrio de um Estado que manda e desmanda de acordo com seus conceitos de conveniência.
    Ser ou não Odonete não é a questão, todos tem direito de tomar partido e criticar o outro, agora, o que vimos ontem foi um comportamento de uma Terra sem lei, onde o Rei pode dizer quem é culpado por não gostar e quem não o é por ter empatia….
    Reflitam…

  • O grande problema não é se o cara estava bêbedo ou não, vaiando ou aplaudindo, o perigoso é que não é a primeira vez que isso acontece. Outros episódios de censura e autoritarismo vem ocorrendo desde que o pavão ditador infelizmente voltou ao comando do clube. E o Pelaipe não tem autoridade alguma prá ordenar que se retire ou coloque alguém no estádio, ele sequer teve competência prá formar um elenco decente. Assim como algumas vezes eu fui ao clube à tarde, no meio da semana prá visitar a loja ou o quadro social e fui abordado por seguranças trogloditas de forma truculenta querendo saber onde eu ia e o que ia fazer. Era só o que faltava, depois de mais vinte anos como sócio ter que dar satisfação a gente desconhecida dentro da minha casa. Só quem tem trânsito livre, regalias, viagens, hospedagens e terão seu lugarzinho garantido na tal arena, são os protegidos e financiados pelo Odone, aqueles que aplaudem até derrota em GREnal. E vamos nos preparando, se no Olímpico, que ainda é nossa casa, passamos por isso, imaginem na arena da OAS, local onde o Grêmio sequer poderá treinar. Lá a preferência não será dos torcedores mas sim dos espectadores, sentadinhos nas suas cadeiras estofadas, com lanchinhos requintados, apenas aplaudindo gols e boas jogadas, sem poder se levantar. Os verdadeiros torcedores do Grêmio, o povão Tricolor que sempre esteve junto ao clube, mesmo nos piores momentos, esse talvez possa só visitar a tal arena, pois não terá condições de bancar altos valores de ingressos e mensalidades. Se cobram 40 reais o ingresso mais barato prá um jogo medíocre do Gauchão, imaginem quanto será no “novo estádio”… Precisamos também tomar muito cuidado com as eleições deste ano. Odone e sua turma não vão querer deixar outra corrente política desfrutar dos “benefícios” da tal arena, vão querer seguir no comando a todo custo… e já se viu em outras eleições, que ele não se intimida em tomar atitudes sujas e truculentas pra fazer valer a sua vontade. Do seu lado existe muita gente barra pesada que vem sendo sustentada e até enriquecida há anos. Estes sabem que com Odone e sua turma fora do Grêmio a “fonte” vai secar… vão precisar voltar a ser apenas torcedores comuns e não “profissionais…” Mas mesmo com esse quadro, os sócios que estão cansados de sofrer, de ver um clube centenário jogado às traças, administrado por um bando de incompetentes e vaidosos, estes associados tem que fazer valer sua força nas urnas, temos a chance de varrer essa corja prá bem longe do Grêmio e não podemos perder mais essa oportunidade.

    • Alberto “gremista”…tens razão quanto fala da incompetência Odoniana e Pelaipana..digo mais, eles são covardes em todos os sentidos mesmo. Agora não posso concordar contigo, quando tu falas em Arena Oas…aí tu parece aquele tal mgat que só corneteia via imprensa e no conselho se omite. A Arena é realidade e foi aprovada pela grande maioria dos torcedores e principais lideranças do clube como Preiss e Koff por exemplo. A Arena não é do Odone, amigo. Agora cabe ao sócio ficar atento ao respeito aos seus direitos na Arena e na minha opinião banir o Odone e sua gangue do Grêmio, independente dos resultados de campo que eu espero que sejam bons.

  • O “Alberto Gremista” tem razão. Os que estão defendendo a atitude do medíocre diretor de futebol não sabem ou não querem lembrar que já aconteceu no mínimo 3 vezes o mesmo fato esse ano. (que eu presenciei).
    Portanto: NÃO FOI FATO ISOLADO!!!!

  • As coiss estão funcionando da seguinte maneira:Ou estão a favor ou estão contra os “DONOS´´ do Grêmio, não existe meio termo, é rua mesmo
    ou por acaso alguém acha que eles querem perder a força política deles?
    claro que não, é dessa forma que eles vêem o clube GRÊMIO,um amontoado
    de gente para ser manipulada e consequentemente angariar votos.
    Pois como todos sabem o Grêmio eleje políticos. Entenderam agora??????

  • Acho que tem uma grande maioria vendo de uma ótica errada o que de fato ocorreu. Eu estava a direita deste cidadão que foi retirado de campo, há umas 5 cadeiras de distancia, mais precisamente. O tal rapaz, não vaiava o time, mas sim SECAVA o gremio!! Quero que alguem me explique: o time ganhava por 1 x 0 e ele estava reclamando muito do time e vaiando TODOS OS JOGADORES, sua primeira manifestaçao foi: “LUXEMBURGO BURROOO!!!! MEXE NESTA MERDA DE TIME!!!” Luxemburgo mexeu, e colocou Miralles, de novo novos comentarios: “BUURROOOO!!! MIRALLES É UM MERDA!!!!” depois disso miralles FEZ UM GOL PARA O GREMIO e ele VAOIU E XINGOU NOVAMENTE O TIME!!!!! só ai que ele entao xingou andre lima e minutos depois chegaram Pelaipe e a segurança, quando cerca de 20 TORCEDORES se levantaram e começaram a aplaudir a atitude de retirar o tal “torcedor” que nem sócio era. Pelaipe nao disse uma palavra ao homem, apenas pediu que o retirassem, com o APOIO dos que proximos dali estavam! Portanto, volto a perguntar, alguem me explique porque todo esse escândalo, ja que o homem estava SECANDO e nao vaiando o Gremio??? Voces sao a favor de SECADORES no estadio Olimpico??? é isso??

    • Fernando, me explica como tu sabe que o cara que estava vaiando não era sócio? Tu o cohecia ou tu é da direção? Pois quando ele foi expluso ninguém conseguiu falar com ele, eu estava lá também. Segundo, se não era sócio o que fazia na CADEIRA DE PROPRIETÁRIOS? Ninguém aqui a favor de vaia ou de secação, pelo contrário. Porém, o direito constitucional de livre manifestação do pensamento deve ser respeitado. Secundariamente devem respeitar o estatuto do torcedor e direito dos sócios de permanecer no estádio.

    • “Voces sao a favor de SECADORES no estadio Olimpico??? é isso??”

      Pô, tchê, porque reduzes a questão toda a ser contra ou a favor de secar o time?

      Se tu concordas com secar o time, tu vais lá e vaia. Tenebroso, mas te cabe. Já se tu não concordas, eu fica quieto ou vibra, de preferência mais alto que ele. Tu podes até tentar falar com o cara e pedir pra ele baixar a bola.

      Se a coisa passa do limite – e aí falo de risco à segurança – a Brigada vai e retira o indivíduo.

      Quando o diretor de futebol desce da cabine e toma as dores, ALGO ESTÁ SEVERAMENTE ERRADO.

      É IMPOSSÌVEL pra mim não enxergar consonância entre esta situação e outras situações em que centenas de torcedores, inclusive pais com crianças, foram CORRIDOS do pátio do Olímpico pela Brigada, ou ainda com o banimento de torcidas.

      Algo está errado e NÃO É DE HOJE!

  • A proxima vez não precisa retirar o bebado, deixa que eu mesmo sento a porrada nele. Então ele vai ver como é melhor ter ficado no estádio encomodando a todos.

  • Já tô farto. FARTO de bunda-mole! Isso não é coisa de HOMEM! É um absurdo o que estão fazendo com o Grêmio, manipulando como bem preferem! Isso tem OBRIGAÇÃO de vir à público de qualquer maneira! Estes “homens” NÃO MERECEM entrar na NOSSA casa! Onde já se viu uma BABAQUICE dessas? É um ultraje, desrespeito total a uma instituição que TEM que ser DEMOCRÁTICA!

  • Texto político de um movimento político do Grêmio. No nosso clube, a coisa é na base do CADA UM POR SI. Agora, pergunto… E o GRÊMIO? Como fica O CLUBE com essa “policanagem” toda?

    • Politicagem???? A forma de desvirutar a gravidade do problema é tentar tratar com se fosse algo político… Não é política é direito fundamental… Constituição Federal… Vergonha

  • Pelos comentários que ouvi, o cara corneteou o jogo inteiro, estava lá somente para protestar. Seria daqueles xaropes que se o Grêmio não está tocando 3×0 aos 15 do primeiro tempo, ficam corneteando a mil.

    Aos ilustres causídicos e juristas que defendem o pleno direito de liberdade de expressão, garantias constitucionais e outros quetais, lembro que este direito deve ser exercido dentro de um contexto que não configure abuso. É uma das condições de acesso e permanência na praça desportiva a não incitação ou prática de atos violentos, sejam eles de qualquer natureza. Se o cara foi a um jogo para protestar e não para torcer, até pode estar exercendo um direito, mas de forma abusiva, à medida que prejudica uma maioria de pessoas que foi ao jogo para torcer, e não protestar.

    Sabe-se que o tom de voz e gestual utilizado para o protesto geralmente intimida e constrange que está ao redor. O foco das atenções passa ser o protesto, e não o jogo em si. Crianças ficam apreensivas, mulheres ficam constangidas. Em uma última análise, as pessoas que pagaram para assistir ao jogo acabam por assistir um show particular protagonizado por uma pessoa que foi ao estádio para fazer coisa diversa do que se espera das pessoas que vão a estádios – ou seja, torcer.

    Se o cara quer protestar, que mande uma notificação para o Grêmio, que pague uma publicação no jornal, que se acorrente no pórtico dos campeões ou que porte uma faixa antes do jogo, fora do estádio. MAS QUE NÃO APORRINHE A VIDA DE QUEM QUER ASSITIR A PARTIDA, sob pena de sujeitar-se a ser excluído do jogo, como aliás PERMITE o estatuto do Torcedor.

    Resumindo: no mérito até que o cara pode estar certo. O André Lima é realmente um inútil e não merece a nossa aprovação enquanto jogador do Grêmio. Entretanto, a forma e o local utilizados para a manifestação da inconformidade são COMPLETAMENTE INADEQUADOS, ao ponto justificar sua exclusão do estádio. E se não foir assim, convenhamos, a coisa vira anarquia.

    Ah, e antes que perguntem: não sou fã do Pelaipe nem do Odone, muito antes pelo contrário.

    • Protesto agora é sinal de violência… Por favor… Falar que o cara ficou corneteando o jogo todo prova que tu não estava lá e não viu o que aconteceu. É uma pena que alguém conceba ser plausível esse tipo de atitude. O cara está protestando de forma abusiva chama a Brigada Militar, nunca o Sr. Pelaipe ou o Sr. Luiz Moreira poderia ser o indicado para “convidar” o torcedor a conversar, ainda mais quando no embroglio estava envolvido um dos filhos de algum deles, desautoriza e deixa ainda mais abusiva a atitude… Mas fazer o que, pela chancela de um e outros é que o Grêmio está onde está, afinal, o Odone e toda essa administração está lá democraticamente, logo, tem que ter gente que ache isso natural, normal, ético e legal… Só me resta dar os parabéns a esses coitados, colocaram o Grêmio onde ele está…

      • Antonio Carlos, teu comentario só mostra como tu é desinformado! Eu estava sentado na minha cadeira quando o torcedor foi expulso, assistindo a baixaria que ele causava no estádio, e nao troquei uma palavra com ele, portanto a confusão não envolveu o filho de ninguem!! Acho que tu tem que se informar melhor antes de falar besteira! O comentario do David, foi o mais sensato que eu li até agora, pois nao foi para o lado pessoal contra a diretoria, mas sim algo racional, onde o cara que foi expulso, tava xingando todos, ele VAIOU O GOL DO MIRALLES E O LUXEMBURGO QUANDO COLOCOU ELE!!!!! Tu fez o que quando o Gremio fez o gol???? VAIOU TAMBEM???? Esse cara NEM SOCIO ERA entao ele tava la só pra criar confusao, e se a segurança nao tivesse retirado ele, ele teria sido retirado pelos torcedores que estavam proximos a ele!! Eu estava a 5 ou 6 cadeiras de distancia e vi tudo. Acho que tu deveria falar um pouco menos, e pesquisar muito mais.

  • AMIGOS DO PRATA, por conhecê-los, acredito sim em vocês. Abaixo, reproduzo testemunho de uma companheiro de grupo do Grêmio:
    “fui testemunha ocular do lance, pq estava 4 fileiras acima daquela em que o torcedor que vaiava – leia-se urrava – contra o andré lima dizendo horrores. o pessoal em volta se indignou com a atitude exacerbada, houve muito bate boca, muito mesmo, a ponto de tirar a atenção do jogo. tudo estava na boa e eis que senão quando o sr. pelaipinho podre surge com seus trogloditas e tiram o cara dali. sem tapas, nem beijos, mas tiraram o cara. aí, meus amigos, a revolta foi completa. e o pelaipe destratando todos que estavam contra a atitude dele. foi um rolo danado e tão grande que perdi o gol do léo gago. terminado o jogo, um piá, um guri de uns 20 anos veio tirar satisfações de um senhor – a quem chamavam de “alemão” – e se pegou a pau com outro guri. a situação só não ficou pior, porque o agressor bateu e pulou fora e a turma do deixa disso entrou em ação. no rádio, a gaúcha fez várias chamadas anunciando entrevista com o pelaipe que, obviamente, não aconteceu – pelo menos até o momento em que deslguei o rádio.
    o relato que consta no link é bem fiel ao que ocorreu.

    abç.
    K……”

    ACHO que vocês “mataram” a charada: o torcedor discutiu com o filho do PelaiPO!
    A PROPÓSITO: por que o senhor Luiz Moreira é o ETERNO administrador do Olímpico? Será também na ARENA? Acho que não, pois a “OAS” deverá substituí-lo!!!

    Amigos, um dia teremos de estar JUNTOS para “retirarmos” os malfeitores do Grêmio!!!!
    FORÇA, PRATA!
    FORÇA, GRÊMIO!

      • O que é isso, Ramiro? Estou do lado dos sócios, dos torcedores! Quis dizer que o Pelaipe agiu assim porque teria havido alguma discussão com o filho dele. Fui irônico! Não entendeste minha manifestação! Deixa assim!

  • Já não sei o que é mais triste em toda esta história. Primeiro, o óbvio, não tem cabimento o diretor de futebol – do qual o nome já designa sua verdadeira função dentro do clube, portanto que execute esta e não outra – usar da sua posição, para coagir um protesto pacífico de um sócio. Este torcedor acha, e com razão, que o time não está bem, não condiz com nossa história e esta foi a forma que ele achou para verbalizar sua impressão. Ele paga, ele ama o GRÊMIO, ele tem todo o direito de vaiar; apesar de o Movimento Grêmio do Prata não concordar com esta forma de protesto. Bueno, o sr. diretor de futebol, que trate de fazer do GRÊMIO, um time vencedor, com força, com raça, com GREMISMO e não terá que defender a si ou aos seus familiares de descontentes. Este fato todo é lamentável, mas o que me deixou verdadeiramente envergonhada, foi ler aqui, em comentários de supostos GREMISTAS, que somos a favor de “secadores”, que nossos relatos são tendenciosos, contra a direção; esta direção que não só nunca ganhou nada para o GRÊMIO, como sistematicamente tem se beneficiado vergonhosamente com o clube; esta direção que se acha mesmo maior do que o GRÊMIO, ou maior do que o torcedor. Não é correto vaiar, não gosto e até me irrito com isso, mas pior ainda, é se utilizar de um cargo dentro do clube, para rechaçar violentamente o que não se concorda. O GRÊMIO, há mais de 10 anos não corresponde ao amor do seu torcedor, e isto, certamente é culpa de quem vem administrando, então, quem vai dizer que este torcedor – bêbado ou não – já não está completamente cansado de ter seu GREMISMO tão desrespeitado? Quem disse ai, mais pra cima, tudo sempre é culpa da direção, foi irônico, mas te digo, se não quer assumir o GRÊMIO, não te mete a diretor ou presidente.

    Ana Vilches

  • Vou me referir aqui no geral e não neste caso particular, pois neste acredito nos meus colegas do Prata que presenciaram tudo.
    O que deve ser feito nestes casos, se uma conversa com o torcedor não resolver, é os que se sentirem prejudicados acionar a Brigada Militar ou um segurança do Clube. O que não pode de maneira alguma, é um funcionário do clube, contratado para dirigir o futebol, se investir de juiz,segurança ou dono do clube, reunir alguns seguranças e tomar a decisão de retirar um associado do Estádio. Isto é uma completa inversão de valores.

    • Boa, Renato!

      Esse é o ponto. Essa é a crítica. Que o torcedor deveria ser retirado, muito provavelmente. Agora, como bem disse o Renato, não cabe ao Executivo do clube tomar papel de segurança e expulsar quem ele bem desejar, através de relatos de terceiros.

      A BM deve ser acionada, investigar o caso, interrogar terceiros, interrogar o acusado e, com sua autoridade, decidir se a pessoa deve se retirar do estádio ou não.

  • Amigos, vivemos mais de 10 anos lamentáveis, essa é a verdade..passaram pela presidência: Guerreiro(171-$$), Obino(2ª), Odone(aff), Duda(pífio) e denovo Odone(agora 171, politiqueiro covarde-$$). Ou seja , a maioria dos grupos politicos do Grêmio ou todos estiveram no comando do clube nesse período. Aí pregunto : e o resultado obtido por cada um desses “grandes grupos gremistas”? Tem um tal grêmioacimadetudo que fica passando informações internas para o hiltor mombach, além disso vivem mandando contra a Arena, bom mesmo deve ser o remendão. Justiça seja feita, o Grêmio do Prata e os Sócios Livres (3ª via) não estão (infelizmente) representados dentro do clube, portanto são vitimas assim como nós de todos esses anos de fracasso.

  • Não é novidade isso ai o Grêmio ta mal administrado e as favas desde 97, depois só fizeram administrações péssimas e soberbas infelizmente e com autoritarismo de dar nojo, “nós como bons torcedores sem exitarmos se quer aplaudiremos o Grêmio a onde o Grêmio estiver” com certeza tomara que ganhemos algum titulo de importância esse ano pelo menos, mesmo tendo essa direção omissa e autoritária, por que ir contra o torcedor é ir contra o o próprio Grêmio dirigente e renumerado ainda por cima é pago para fazer o que lhe é dado administrar e contratar e não bater boca com torcedores ele é um profissional pago o que piora sua situação para tal comportamento, mas avante Grêmio esse é um ano de mudanças é o último ano de um dos templos sagrados e gloriosos do futebol mundial o Estádio Olímpico monumental ano de transição não só de casa mas da volta do Grêmio vitorioso dentro e fora de campo como sempre foi um exemplo que infelizmente se perdeu mas resgataremos novamente por que o Grêmio do prata e outros torcedores estão cansados desse regime falido e ultrapassado em que estamos metidos nesse lodo e lixo politiqueiro 2013 será o ano de livrar- nos das amarras sujas e podres que assolam nosso Grêmio se DEUS quiser por que o Grêmio é força de sua torcida e é do seus torcedores, O Grêmio precisa de um choque de gestão que nem vces falaram acordar para realidade GRÊMIO DO PRATA estou com vces por que vces estão pelo bem do Grêmio convençam o Koff para presidir o Grêmio novamente um abraço e boa sorte nessa caminhada pelo bem maior de todos nó torcedores o Grêmio.

  • Companheiros gremistas, estou preocupado, pois penso que o sr. Paulo Pelaipe pode pleitear um plus salarial, em face do acúmulo das funções de Diretor de Futebol Remunerado com as de Diretor de Segurança.

  • Gostaria de disser 3 fatos!
    fato 1 rapaz não e sócio do grêmio!
    fato 2 por que tudo e motivo pra tumulto!
    fato 3 fazendo tumulto vcs não conseguir chegar a lugar algum com ameças e fazendo tumulto
    vamos apoiar o time esquecer politica um pouco

    • Ah por favor Tadeu!!
      Ninguém está dizendo para não apoiar o time, acho que temos esse DEVER…
      Mas sequer é questão política a retirada de alguém por parte de pessoas que não são competentes para isso…
      Na quarta foi aquele “rapaz que não era sócio” e se amanha fores tu? que por motivo sabe-se lá qual tem determinada tua retirada???
      Se não “tumultuarmos” ficaremos sujeitos a essa discricionariedade…
      Não sei tu, mas não gosto da ideia de ficar submetido a um critério aberto do diretor de futebol para saber se tenho ou não direito de ficar no estádio e olhar o jogo do meu time…

      • Perfeito, Thiago!

        Ninguém está criando tumulto, ninguém está fazendo “politicagem”, ninguém está pedindo para não apoiar o Grêmio!

        Foste perfeito no entendimento da crítica e nas tuas palavras.

      • eu não bebo não fazo anarquia!eu vou pra ver jogo e apoiar! simples assim! tem mil maneiras de fazer as coisas eu li o que um membro do grupo de vcs falo num grupo do facebook autoritário querendo impor ideias com ofensas estamos em 2012 e vcs querem fazer as coisas no tumulto!
        vcs só falam o que vcs acham errado! Arena se unica obra no brasil com acessibilidade vcs não falam nada não escrevem nada! agora um bêbado tem espaço

      • Absolutamente Tadeu, tumulto não é a palavra certa, respeito o teu posicionamento, mas discordo. Em 2012 acho que tu tens que aceitar que discordo de ti, assim como eu aceito que tu discordes de mim.
        A questão não é valorizar o que está sendo feito ou não, é fato que o prata, politicamente, é opositor da atual situação, mas te pergunto, qual é o papel da oposição em uma democracia?
        Acho super saudável valorizar o que está sendo feito de bom, assim como tu colocastes da Arena… se assim achas…
        Porém, não é possível tapar o sol com a peneira, o prata pode ter trazido o fato a tona de uma forma incisiva, como oposição política, mas temos que ser maduros e olhos abertos o bastante para saber que, mesmo por trás de uma posição possivelmente política, haja sim uma questão de fundo que tenha razão, como de fato acho que tem…
        Eu tbm não bebo, tbm n anarquizo e tbm vou para ver o jogo e apoiar – simples assim, mas não posso deixar que coisas como a que aconteceu na quarta possam ser encaradas como simples, ou corretas, ou o que quiseres conotar…
        Acho tbm que tem mil maneiras de fazer as coisas, uma delas é a política, que é enfática e talvez tenha de ser para que os neutros, como eu (não sou filiado ao prata), deem-se conta de que haja algo de errado…
        Acredito não estar impondo minha opinião sobre a tua, mas acho que o teu argumento, perante esta minha constatação, carece de lógica… me desculpe, repeito teus argumentos, mas acho não servem para elidir o que está evidente…
        Obrigado.

    • Eu gostaria também de aproveitar para parabenizar o Grêmio do Prata, que sabedor de tudo o que estes dirigentes atuais estão fazendo com o clube, nunca para de apoiar dentro de campo. Com toda esta situação eu nunca vi um membro do Grêmio do Prata vaiando o time em campo, mesmo tendo este direito, mas são incondicionais no apoio. Também gostaria de parabenizá-los por este espaço democrático, onde TODOS tem o direito de expressar sua opinião, até mesmo este pobre Tadeu que não sabe nem em que mundo vive.

  • Ninguém disse que é certo vaiar o time. Assim como não acho certo o tal “apoio incondicional”, cego, que aplaude até derrotas em GREnal e não mostra indignção, dá a entender que tudo no clube está certo. Nesses 11 anos de angústia a espera do retorno de um Grêmio VENCEDOR, apoio por parte da torcida nunca faltou, muito pelo contrário, times medíocres, montadospor direções sem nenhum critério ou conhecimento do mercado do futebol, mesmo fazendo campanhas péssimas, continuaram tendo o apoio dos Gremistas. E o que esse torcedor recebe em troca ?? Nada, direções incompetentes, contratações furadas, derrotas, fiascos, eliminações… e nos últimos tempos, descaso porpatre do clube, desrespeito com os sócios, truculência e autoritarismo. Nem todo mundo que critica é corneteiro ou secador, a maioria dos críticos faz isso por não aguentar mais tanto sofrimento e não ver perspectivas de mudança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *