Ao longo dos últimos meses, um estudo sério e competente foi elaborado pelo Núcleo de Consulados do Movimento GRÊMIO DO PRATA a respeito dos consulados que representam o GRÊMIO Foot-Ball Porto Alegrense no interior do Rio Grande do Sul, tanto em termos de deveres como de direitos. Contamos com a ajuda e a opinião dos cônsules, visto que o departamento consular do clube fez pouco caso deste trabalho e NÃO nos atendeu em momento algum quando foi, por diversas vezes, procurado.

Solicitamos, junto ao departamento consular, que nos recebessem para apresentarmos o escopo do estudo, fazermos alguns questionamentos e, assim, podermos aprender mais a respeito deste. Fizemos várias tentativas de contato. Tentamos via email, via telefone, fomos “in loco” e, em todas, NÃO fomos atendidos. De posse desses registros, protocolamos junto ao clube uma solicitação formal de visita, a qual NÃO foi atendida. A impressão que tivemos e que encontramos, quando nos dirigimos até as instalações desse departamento, é a de um local exatamente como os cônsules nos descreveram: desinteressado e desqualificado.

Algumas conclusões foram feitas a partir deste trabalho. Foi constatado um fato de relevante preocupação: a partidarização EXPLÍCITA de alguns (maioria) consulados. Muitos cônsules e ex cônsules reclamam que esse tipo de prática tem sido usada corriqueiramente pela atual gestão do clube, para qual os cônsules são escolhidos, muitas vezes, NÃO por merecimento, mas por troca de favores políticos. Segundo eles, há trocas e manejo de cônsules por simples adversidades políticas. Há, inclusive, favorecimentos apenas àqueles consulados que apoiam politicamente a direção do clube, resultando, dessa forma, num agravante vital aos reais propósitos do departamento consular, pois, uma vez que o foco do consulado é desviado, e os objetivos não são os de resguardar e engrandecer a instituição GRÊMIO. Este departamento, aliado a esse perfil de cônsul, busca simplesmente uma espécie de ajuda recíproca, na qual um ajuda o outro, utilizando-se da força da instituição GRÊMIO para obter o sucesso e a promoção pessoal em suas carreiras.

Alguns torcedores, aspirante a cônsules, bem como alguns que estão com mandato em vigência, sentem-se injustiçados com tal prática. Aqueles por NÃO conseguir um espaço para ajudar o clube; estes por estar executando um bom trabalho na sua região e, por não adotar as ideias políticas da direção, sem motivos fundamentados, são afastados e ignorados, interrompendo um plano que produzia, até então, os resultados satisfatórios para o clube e para o torcedor interessado.

Em muitas vezes, as pessoas que são escolhidas para representar o clube em sua cidade não possuem o consenso dos torcedores locais e muito menos a característica fundamental identificada por eles e que faz toda a diferença: a liderança.

Além de outros fatos que nos entristecem – enquanto gremistas -, um absurdo certificado junto aos cônsules que NÃO fazem parte dessa organização que tenta acabar com o GRÊMIO e com o seu torcedor no interior do Estado e do Brasil, é que eles não recebem material de divulgação do clube para promover uma campanha em suas cidades. Precisam IMPLORAR uma visita do departamento consular em suas cidades para que algum ex atleta seja levado ou algum atrativo do clube seja colocado a disposição do cônsul. São solicitadas, pelo departamento consular, cotas e exigências DESPROPORCIONAIS de um consulado para o outro. Por exemplo, um município com 5 mil habitantes não pode ser cobrado em relação às metas de captação de sócios da mesma maneira que outro com 1 milhão. Onde essas pessoas que gerenciam o departamento consular do GRÊMIO querem chegar? O que querem conseguir com tudo isso?

Infelizmente, as pessoas que estão à frente desse departamento, que é muito importante para o clube, NÃO têm competência e capacidade para planejar, organizar, dirigir, executar e controlar um trabalho de tamanha representatividade para o clube. É um DESCASO completo com a torcida GREMISTA. Se o GRÊMIO perdeu MUITOS torcedores no interior e na capital nos últimos anos, muito disso, é por culpa do departamento consular do GRÊMIO, que é OMISSO e PARCIAL.

A partir deste estudo, montamos um PROJETO de melhorias e sugestões para serem aplicadas em caráter de URGÊNCIA pela próxima administração que assumirá o GRÊMIO. Colocamo-nos a disposição para, juntos com os POUCOS competentes e interessados que estão dentro do clube, ajudar O GRÊMIO. Queremos trabalhar pelo GRÊMIO e resgatar a essência e identidade que o clube perdeu em detrimento dás más gestões dos últimos anos. Queremos devolver para o maior patrimônio do clube, que é o seu torcedor, a emoção e o orgulho de ser GREMISTA.

Cristiano Zucco
Coordenador do Depto Consular do Grêmio do Prata

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

15 respostas a “O colapso da gestão consular”

  • Infelizmente os consulados são os maiores exemplos do descaso que nos assola há mais de 10 anos, graças a incompetência de pseudo gremistas.
    A falta de gana e/ou oportunidade dos cônsules torna o departamento consular inútil e trás prejuízo na imagem, e nos cofres do nosso Grêmio.

    Cada consulado deveria ter sua própria sede; maior divulgação (que em muitas cidades é praticamente inexistente)…

    O consulado deveria ser a extensão de nosso estádio, local que faz pulsar o coração tricolor, que ensina aos “gremistinhas” a amar o Grêmio.

    Em consequência, investimento financeiro neste setor só trará lucros ao clube, se bem ADMINISTRADO… E isto falta aos “deputados” do Grêmio além é claro da velha vergonha na cara.

  • Infelizmente esta obvio que o Sr Odone utiliza a estrutura administrativa do clube em proveito próprio e de seu partido. Seja perseguindo cônsules ou determinando aliados internos dentro do clube. Vide caso da apresentação do Luxemburgo com a camisa 23. Tenho convicção que, enquanto nossa gestão for ligada a políticos, estaremos como eles : PODRES.

  • Consulados abandonados, categoria de base destruída, Marketing ridículo, time principal uma vergonha… estão ACABANDO com o clube!

    Essa “gestão” não fez nada de bom para o clube. Hora de mudar. E é pra já!

    Limpem suas mesas, porque ELE vai voltar!

  • Ouvir falar que os interesses movem a política do Gremio é uma coisa, mas ver um estudo confirmando isso é extremamente séria. O estudo solidifica a idéia que essa direção que tem preocupação com se manter em cargos políticos, reproduzirá a prática política, ou seja, meus interesses particulares sempre em primeiro lugar e os interesses da instituição Grêmio fica para depois. Vamos votar e ver se mudamos o futuro com outra gestão democrática e transparente.

  • Se possível poderiam publicar ou me enviar o projeto? Tbem tenho um… Mas nas ultimas duas gestões não foram aplicados.
    Abs
    Sponchiado
    Consul de Floripa

  • Esse eh mais um exemplo do descaso e da prepotencia dessa administracao, que quer se perpetuar no poder, nao medindo forcas para tal. Eh muito triste ver a situacao do clube, sendo colocado em segundo plano e usado como plataforma para interesses politicos. Se nao mudarmos essa mentalidade, anos e mais anos passarao sem titulos, sem conquistas, deixando ainda maior essa lacuna em nossa historia. O GREMIO NAO EH LUGAR PARA POLITICOS!

  • Parabens pela coragem de expor algumas das mazelas que afligem o departamento consular do nosso Grêmio. É um descaso e uma poitização que prejudicam milhares de torcedores espalhados pelo Brasil. A escolha dos cônsules e seus mandatos precisa estar desvinculado das gestões do Clube. Contem com meu apoio.

  • Faltam palavras para expressar o sentimento de tristeza que toma conta da torcida gremista. Nem quando caímos por duas vezes senti o vazio que hoje sinto. Nas duas quedas colhemos o que plantamos porém hoje estamos gastando 7 milhões ao mês, jogadores com salários europeu, temos diretores remunerados, estamos construindo uma casa nova e muito dinheiro está rolando em todos os níveis dentro do Olímpico, é isso que não entendo, muita gente ganhando rios de dinheiro e o Grêmio em 2º plano.
    Citei os dois momentos mais tristes da história gremista, estive sempre do lado do Grêmio e sempre estarei, sou gremista pois meu pai me fez assim e tenho certeza que muita gente gremista não vai abandor o clube por mais que nossos profissionais se esforcem em judiar a torcida quase que diariamente, quem já caiu duas vezes levanta outras cem.
    Como gremista fui campeão em 77, era bem novo, lembro pouco desta conquista, talvez a lembrança mais importante que guardo, além da foto do André Catimba no ar, foram as palavras do meu pai enaltecendo Hélio Dourado, nosso presidente na época.
    Hélio Dourado além de campeão ajudou a concluir o Olímpico, cuidou das coisa do Grêmio como niguém, ajudou a levantar o estádio levantando taças, é aí que me refiro.
    Hélio Dourado naquela época andou nos consulados levantando cimento, tijolo e ferro, diga-se de passagem, com ferro marcamos o lombo dos adversários e a de 83 doeu, meu velho lá de São Luiz Gonzaga mandou cimento e isso que nós moravamos em uma casa de madeira.
    Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, duvido torcida mais ferrenha que a nossa, “mesmo não sendo campeão o sentimento não se termina”, trabalhem e seus feitos serão eternizados, porém coloquem o Grêmio em 1º plano.
    O GRÊMIO EM 1º, DEPOIS VEM OS OUTROS E AS OUTRAS COISAS.

  • Parabéns pelo texto. Infelizmente ainda convivemos com um sistema déspota, fechado. Somos muitos, espalhados pelo mundo, cheio de idéias, de ânsias, de vontade de contribuir, de voltar a ser vencedor!
    Continuem assim, jamais calarão nosso gremismo!

  • Os políticos devem TRABALHAR nas Câmaras de Vereadores, Assembléias Legislativas ou no Congresso Nacional, NÃO numa intituição futebolistica como o GRÊMIO. Quem faz política deve estar o tempo todo trabalhando pelo povo, assim como quem Preside o GRÊMIO, deve estar trabalhando para trazer jogadores para o clube que realmente serão utilizados e estejam em boas condições, Um Presidente não pode tornar um time refém de politicagens sujas e que acabam por denegrir a imagem deste grande time, deve trabalhar em conjunto com os Consulados do Interior, pois os mesmos podem sim ajudar e muito o crescimento do GRÊMIO. Há muita politicagem em todos os espaçõs do GRÊMIO e isso tem que acabar. FORA A POLITICAGEM DAS HOSTES DO GRÊMIO. ESTES POLÍTICOS QUEREM É ENCHER SEUS BOLSOS E NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA NÓS TORCEDORES.
    É uma vergonha o que ocorre dentro do Olímpico Monumental nos dias de hoje.
    Uruguaiana, 13 de julho de 2012.

  • Minha unica esperança é que ano que vem já tá aí, e que não teremos um politico atras da mesa com o C&#@!#$$ na mão, mas sim um torcedor que entende de oque é este sentimento chamado Grêmio!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *