O Grêmio venceu o NH, é verdade. Uma equipe bem estruturada em termos táticos, e com jogadores da característica típicas de um gauchão. Mesmo assim, a equipe tricolor apresentou problemas decorrentes. Lentidão na saída de bola, meio de campo confuso, e ausência de apoio dos laterais. Visivelmente, o time de Felipão precisa recompor estes setores, pois acaba ficando muito depende da criação do Douglas, que nem sempre está no seu melhor dia, e o meia atacante Giuliano. Contratado para ser a solução do meio de campo, ainda se readapta ao retorno ao futebol brasileiro e as recentes lesões.

O Grêmio construiu sua vitória com uma jogada construída por Giuliano e Douglas, passando por Luan, de atuação tímida, e concluída com um chute da entrada da área desferido por Ramiro. A equipe tricolor, ainda tivera dois gols anulados, o que causou muitas reclamações do lado do tricolor, e acabou destacando a atuação do árbitro.

Mesmo com a vitória, ficou clara a necessidade de mudanças na equipe. Os laterais atuais não aparecem no apoio. Brian Rodrigues fica praticamente isolado na frente e o meio parece desentrosado e sem liderança. Vitória de Um a Zero e destaques para Douglas, o retorno de Geromel quase perfeito ao lado de Rodolpho, e a entrada de Mamute no meio do segundo tempo, dando mais poder e agressividade ofensiva ao time.

Mesmo assim, é muito pouco para uma equipe que almeja não só reconquistar a hegemonia regional, como também, Copa do Brasil e Brasileirão.

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *