Texto de Gabriel Tessis e foto de Camila Hoffmann

Buenas senhores,

Estivemos  na AIMPA, representando o piquete do GRÊMIO DO PRATA, eu, Tessis, Claudio, Camila, Felipe e Paola. Adianto aos senhores que, por mais que eu tente representar em palavras o que foi experimentado por nós com a visita “In loco”, não chegará a 1/8 da emoção vivenciada por cada um de nós que lá esteve.

 Primeiramente enfrentamos um rali para chegar até o local da sede. As dificuldades e o descaso enfrentados pela prefeitura de Imbé repercute nas catastróficas ruas da periferia do município. Chegando ao local da visita, fomos muitíssimo bem recebidos pelos anfitriões Virna e Júlio e pela voluntária Cassiana que se desloca TODOS os finais de semana de Porto Alegre para Imbé para auxiliar na labuta e dificuldade diária enfrentada pela associação.Levaram-nos, acompanhada pela trilha sonora INSURDESSEDOURA dos latidos dos cães, para conhecer o espaço reservado à guarda dos animais. Por se tratar de um terreno em declive e, praticamente no meio de um banhado, tivemos que driblar as poças, a lama, … e procurar nos equilibrar nos palets para atravessar açudes formados pela água da chuva acumulada. Não conseguimos driblar, no entanto, a alegria, o carinho e a carência dos animais que, a medida que íamos passando entre eles, pulavam em nós querendo brincar e fazer festa. Imaginem como ficaram os tênis, roupas, mãos, … de todos?!?!?!?!?

Em que pese todos esses acontecimentos, tivemos a felicidade e a satisfação de batizar um cachorrinho filhote. MUITO lindo e querido como os demais e foi registrado com o nome de PRATA. Em seguida fizemos a entrega dos donativos e, para a nossa surpresa, ficamos sabendo que o consumo diário de ração gira em torno de 60 kg. Ou seja, o que tínhamos doado ajudaria MUITO (como foi observado diversas vezes por eles), mas que não excederia 1 semana. Os representantes da AIMPA conseguiram, através de campanhas e mutirões, um espaço para construir sua nova sede com um pouco mais de infra-estrutura, tendo em vista que o local onde estão hoje não tem NEM iluminação no entorno, e isso dificulta até uma fiscalização no caso de alguém entrar no pátio. Eles fazem, periodicamente, feiras e campanhas de doações, castrações, vendem camisas, … TUDO que é possível e licito para ajudar a angariar fundos para a continuação do trabalho.

A CAMPANHA CONTINUA…Tudo que for arrecadado pode ser enviado através dos voluntários que vão todos os finais de semana para o litoral. Basta entramos em contato com eles que estes recolhem em nossas casas e levam para a associação. A lição que todos nós aprendemos no transcorrer do passeio é que não basta só dedicação e força de vontade. É preciso muito amor e carinho. Os animais sentem isso. TODOS nos sentimos isso!!! E isso pudemos constatar nas pessoas que lá estavam e que assumiram esse desafio (hoje é um problema de saúde publica) de recolher os animais das ruas, cuidar, tratar, alimentar, …Fica aqui o convite para todos conhecer a AIMPA e poder sentir o que sentimos.

Nosso MUITO obrigado a TODOS os que contribuíram com essa campanha. Saibam que todos serão recompensados por suas atitudes. Nossa parceria com a AIMPA tem caráter permanente. Portanto todos aqueles que quiserem e puderem contribuir, com QUALQUER coisa que seja, será muito bem aceito. Seja o jornal velho (usado para forrar as casinhas), cobertores velhos, madeiras, telhas, palets, ração, lanterna, pilha, …. Saludos, Zucco PS. seguem em anexo algumas fotos do encontro. Demais serão postadas pelo Sr João Carlos no FB, site do movimento e demais espaços destinados a isso.

CAMPANHAS GRÊMIO DO PRATA:  EXERCÍCIO DE TRABALHO EM EQUIPE EM PROL DE UM FUTURO GRÊMIO COM UM TIME FORTE AGUERRIDO E BRAVO!

Cadastre-se para receber nossas atualizações

Não se preocupe, não enviaremos spam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *